sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Acendimento do fogo simbólico no CBMRS/SAP marca início as comemorações da Semana da Pátria
Acendimento do fogo simbólico no CBMRS/SAP marca início as comemorações da Semana da Pátria

O acendimento do fogo simbólico da Pátria foi realizado, no último sábado, dia 20, no quartel dos bombeiros de Santo Antônio da Patrulha. O ato, que marca o início das comemorações da Independência do Brasil, contou com a presença  do prefeito Rodrigo Massulo, os secretários municipais de Cultura, Turismo e Esporte, Sérgio Airoldi, e de Saúde, Antônio Selistre, o presidente da Câmara de Vereadores, André Selistre, e os representantes da Liga de Defesa Nacional, Mário Righi, do 4º Pelotão de Bombeiros, Gabriel Campos Chaves, do 1º Pelotão da Brigada Militar, Sargento Pacheco, e da Associação dos Eternos Beloguianos, Soldado Cardoso.

Foi a primeira atividade relacionada às comemorações da Semana da Pátria, que inicia no dia 1º de setembro, com o acendimento da pira da pátria, na Avenida Borges de Medeiros, culminando com o desfile do Dia da Independência, em sete de setembro.

Para o presidente André Selistre é um momento importante para refletirmos sobre o nosso País e os deveres de cada cidadão. “Para termos um Brasil melhor, é necessário que cada um faça sua parte”, finaliza.

 

Histórico do Fogo Simbólico da Pátria

 

O “Fogo Simbólico da Pátria” surgiu no ano de 1937, por iniciativa de um grupo de patriotas, no Rio Grande do Sul, que procurava um símbolo que representasse o ardor cívico do nosso povo. A escolha recaiu sobre o fogo, elemento cuja descoberta deu início à evolução do homem.

Levada a ideia à Liga de Defesa Nacional, entidade criada pelo poeta Olavo Bilac, Patrono do Serviço Militar, a proposta foi acolhida com entusiasmo e complementada com o acréscimo de que o “Fogo Simbólico da Pátria” deveria percorrer o Território Nacional, numa corrida de revezamento denominada Corrida do Fogo Simbólico da Pátria, cuja 1ª edição ocorreu em 1838, entre as cidades de Viamão e Porto Alegre (RS).

O Fogo Simbólico representa a Pátria, como uma chama que alimenta os valores espirituais da nacionalidade, além de proporcionar oportunidade de reflexão sobre o amor à Pátria e acerca da importância do culto aos Símbolos Nacionais. O calor da chama transmite a mensagem da preservação do patriotismo, civismo e respeito.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 25/08/2022
Atualização: 25/08/2022
Acessos: 26

Compartilhar

whatsapp facebook twitter