sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
André e Samuka recebem o convite do 1º Encontro de Gerações da Escola Barão do Cahy
André e Samuka recebem o convite do 1º Encontro de Gerações da Escola Barão do Cahy

Na tarde desta quinta-feira, dia 03, o presidente André Selistre e o secretário Samuel Souza receberam os ex-alunos da Escola Barão do Cahy. No gabinete, Luis Paulo Flor de Barcellos (tokinho), Neida Cardoso, Terezinha Silveira e Ivo de Paula entregaram o convite à Mesa Diretora da Câmara de Vereadores.

Através da comissão organizadora, no próximo dia 15 de novembro, na Associação dos Caminhoneiros, acontecerá o 1º Encontro de Gerações da Escola Barão do Cahy das turmas de 1962 a 2000. O evento prevê o resgate de memórias, histórias, muitas emoções e estará em lançamento o livro “A Contabilidade é uma Barbada”, autor Luis Paulo Flor de Barcellos, mais conhecido como Tokinho Barcellos.

Indagado sobre previsão de presenças no dia da confraternização, Luis Paulo Barcellos afirma que hoje, seria uma previsão difícil de ser feita. “A Barão teve, em seus 40 anos de atuação, 1609 formandos em técnico em Contabilidade e 9 em técnica de secretariado. Se nós conseguirmos atingir um número de 500 alunos, com certeza será um dos maiores eventos, envolvendo a educação em nossa cidade. Estamos trabalhando bastante para chegarmos a um número próximo desse.”

Natural de Santo Antônio da Patrulha/RS, Tokinho, em sua trajetória, relata um dos marcos da formatura como técnico em Contabilidade da turma de 1980 na Escola Técnica de Comércio Barão do Cahy. Integrante do Grêmio Literário Patrulhense desde o ano de 2019, ele aceitou o desafio de resgatar o histórico da escola, que exerceu papel fundamental na vida da comunidade.

Segundo Tokinho, é com grande satisfação, orgulho e emoção que apresenta o registro de memórias do Curso Técnico em Contabilidade, que no período abordado formou 1618 profissionais. “Na verdade, é um resgate da história, em tributo à Escola e em especial a duas pessoas que muito fizeram e se doaram por ela, Valdir Ramos Flor de Barcelos e Dr Ferúlio Tedesco Netto, e uma menção ao Dr. Victor Sérgio Pereira da Rosa!”, afirma.

A escola foi autorizada a funcionar pela Portaria MEC nº 294, de 27 de julho de 1960, com os Cursos Comerciais Básicos e Técnico de Contabilidade, e teve suas atividades declaradas cessadas por meio do Parecer do Conselho Estadual de Educação de número 892/2001.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 04/11/2022
Atualização: 02/12/2022
Acessos: 38

Compartilhar

whatsapp facebook twitter