André Selistre solicita informações sobre pedido de alteração na taxa de lixo

A taxa da coleta de lixo e tratamento de resíduos sólidos em Santo Antônio da Patrulha em sido motivo de muita polêmica desde que foi aprovada, em 2013. O vereador André Selistre (PSB) tem insistido neste assunto. Em março, através de indicação, ele solicitava mudanças na tarifa. Agora, o vereador apresentou pedido de informações, exigindo resposta sobre o assunto por parte da Administração Municipal. A requisição foi feita durante a Reunião Ordinária da Câmara desta segunda (29/06).

Selistre sugere que a base utilizada para o cálculo da taxa seja pelo número de moradores, em imóveis residenciais. Em imóveis comerciais, a taxa seria determinada pelo número de funcionários. Ele ainda pede que a majoração dos valores da taxa não seja realizada nos próximos três anos.

“Atualmente a cobrança é feita de acordo com a área edificada. Mas há muitas casas enormes em que moram apenas uma ou duas pessoas e que acabam pagando um valor que não condiz com o que geram de resíduos sólidos. Afinal, o lixo é produzido por pessoas, independente do tamanho do imóvel que residem”, explica o vereador.

Para resolver essa questão, Selistre pretende marcar uma reunião com os secretários municipais da Agricultura, Dirceu Machado, da Administração, Reginaldo Oliveira, e de Finanças, Antônio César Collar. “Convido a todos os vereadores para participar desta audiência. Vou solicitar aos secretários que em 2016, 2017 e 2018, o reajuste não seja o previsto e para que seja feita a alteração do cálculo para a cobrança”, informou ele.

O vereador ainda sugeriu que idosos, pessoas aposentadas por invalidez e deficientes físicos com redução da capacidade de trabalho devidamente comprovada, paguem apenas 50% do valor da taxa de coleta de lixo.