Vereador Manoel Adam encaminha requerimento para que as agroindústrias familiares possam comercializar seus produtos em todo o Estado

Estamos em um novo momento da agricultura familiar no Rio Grande do Sul. O Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte (SUSAF-RS) instituído pela Lei 13.825, de 4 de novembro de 2011, e regulamentado pelo Decreto nº 54.189, de agosto de 2018, marca o atendimento de uma demanda histórica de trabalhadores e trabalhadoras rurais do Rio Grande do Sul.

Com a adesão ao SUSAF-RS, as agroindústrias familiares, com inspeção municipal (SIM), podem comercializar seus produtos em todo o estado. Na prática, significa que produtos de origem animal, como salame, queijo e linguiça, por exemplo, não terão mais as barreiras que antes impediam a venda intermunicipal. Os consumidores da cidade também serão beneficiados. Além da diversidade e maior oferta de produtos, terão a oportunidade de encontrar nas prateleiras dos supermercados produtos saudáveis, com sabor da colônia, elaborados pelos nossos agricultores. São ações concretas e efetivas como esta que ajudam a permanência das famílias no campo, com a garantia de que tenham uma vida digna. Foi com este objetivo que o vereador Manoel Adam (MDB), encaminhou ao Prefeito Municipal de Santo Antônio da Patrulha, Daiçon Maciel da Silva, nesta segunda-feira (08), na 36ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores o requerimento nº 595/2018, para que, através da Secretaria Municipal da Agricultura e Meio Ambiente, seja estudada a possibilidade de adesão ao sistema.