Marcelo Pede informações sobre saibreira que recebe verba da prefeitura e não está em funcionamento

 

Na 44ª Sessão Ordinária do Legislativo Patrulhense, ocorrida no dia 02 de dezembro, o vereador Marcelo Gaúcho, PTB, fez um Pedido de Informações verbal, solicitando ao Executivo Municipal, explicações sobre o porquê a prefeitura não está retirando o saibro da saibreira da Catanduva Grande.

Segundo o vereador a prefeitura realizou uma licitação e estão retirando saibro de outra saibreira, sendo que eles pagam 4 mil reais por mês para a saibreira da Catanduva Grande ficar parada. Ademais, a região e arredores está só buracos e não se resolvem os problemas com a alegação de que, além de maquinário e verba, falta material para executar o serviço.

Com base nas declarações do parlamentar, a prefeitura teria adquirido vinte e cinco mil metros de saibro, ao valor de cinco reais, o metro, sendo que estariam pagando mensalmente também para uma saibreira que se encontraria parada.

O vereador lembrou ainda, que toda comunidade patrulhense clama por melhorias nas estradas, principalmente do interior. Marcelo não entende como pode “uma saibreira que tem saibro, onde a prefeitura paga quatro mil reais por mês por esse material e não o retira, fica lá parado, sendo que a própria prefeitura legalizou esta saibreira”, desabafa.

Gaúcho ainda falou da questão financeira do município. “Estão aí com esta polêmica da educação. Estão brincando com o dinheiro das pessoas pagando quatro mil reais por mês na saibreira parada, sendo que faltam vagas nas Escolas Municipais de Educação Infantil. Que paguem quatro mil reais, mas que resolvam os problemas das estradas do município”, conclui.

Na terça-feira, 03, após o pronunciamento do vereador na tribuna, a Prefeitura começou a extrair o saibro da saibreira da Catanduva Grande novamente. Porém, não só Marcelo como todos os vereadores querem uma explicação convincente para o tempo em que ela ficou recebendo parada, bem como toda a população patrulhense, lembrando que a licença da prefeitura para retirada de saibro termina exatamente em 26.10.20, logo após processo eleitoral.