Obra de esgotamento sanitário vem afetando residências e provocando acidentes

A implantação de rede coletora de esgoto em Santo Antônio da Patrulha, iniciadas em junho do ano passado, continuam dando o que falar. Nesta segunda-feira, 9, o vereador João Luís Moreira da Silva “Bacana”, e a vereadora Eronita Andrade, ambos do Solidariedade, encaminharam requerimento ao Prefeito Municipal, e ao gerente local da Corsan (Companhia Rio-grandense de Saneamento), solicitando o reparo de um buraco aberto, em decorrência das obras, na Rua Francisco Borges de Lima.

De acordo com Bacana, o impacto causado pela passagem de caminhões e ônibus pelo local, acabou causando rachaduras na residência, de número 346. “É um descaso o que está acontecendo ali. Esta família, que não tem mais sossego desde que começou o processo de implantação da rede, está pagando pela incompetência da empresa contratada, da Corsan e da própria Administração que deixa as coisas acontecerem sem a devida fiscalização”, apontou o vereador.

Além dos danos provocados na estrutura da casa, o “valo”, como classificou Bacana, tem provocado acidentes constantes, principalmente envolvendo motociclistas. O vereador disse ter buscado informações e cobrado providências, recebendo do engenheiro da Prefeitura a garantia que não serão autorizadas obras em nenhuma outra rua até a manutenção adequada das já abertas. O vereador ainda recebeu a confirmação de vistoria e entrada com pedido de indenização pelas rachaduras na residência afetada.

Para Bacana e Erô é imprescindível que o atual Prefeito seja mais enfático no momento de cobrar os reparos por parte da empreiteira. “É preciso ter mais pulso e exigir que as obras sejam feitas da forma adequada. A população não aguenta mais a situação das ruas. Sei que o vereador não tem poder da caneta, mas como porta-voz dos cidadãos é meu dever fazer este desabafo e exigir melhorias”, enfatizou.

A obra integra a ampliação do sistema de esgotamento sanitário da cidade. No valor de R$ 36,3 milhões, o empreendimento inclui a execução de redes coletoras e auxiliares, ramais prediais, ligações intradomiciliares, estação de bombeamento, emissário e Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

 

Na foto: Vereador joão Luís Bacana