Taxistas denunciam serviços sem autorização da Prefeitura

Em reunião no plenarinho da Câmara de Vereadores, na tarde de segunda-feira, 22, um grupo de taxistas patrulhenses, entregou ao presidente da Casa, vereador Josemar Bandeira (PDT), documentos comprovando a prática irregular do transporte individual de passageiros na Cidade.

Em requerimento encaminhado ao Prefeito, Ministério Público e a Delegacia de Polícia, com as provas levantadas pelos taxistas anexadas, o presidente solicita uma investigação deste ato criminoso que vem ocorrendo. Ele ainda cobrou maior fiscalização por parte do setor responsável do Executivo.

“Não é justo com estes profissionais que trabalham dentro da Lei, pagam seus impostos em dia, além de R$ 342 de ISSQN para o município, competir com este serviço irregular de transporte”, disse Josemar, afirmando que alguns deixam o carro próximo dos pontos, com adesivos visíveis divulgando o serviço, em uma concorrência desleal e uma afronta com aqueles legalizados.

O vereador André Randazzo dos Reis (PMDB), disse que este caso já havia sido debatido na Câmara, porém a Prefeitura não tomou as providências devidas no aumento da fiscalização. O Presidente da Casa, afirmou que antes não havia provas, o que dificultava o reconhecimento dos infratores. “Agora temos provas irrefutáveis. Esta Casa não vai ficar de braços cruzados enquanto este crime continuar sendo praticado na Cidade”, pontuou.