Vereadora indica concessões de benefícios e pede informações sobre processo da ETE

Durante a 29ª reunião ordinária da Câmara Municipal, realizada no dia 15, a vereadora Margarete Pereira (PP), apresentou duas indicações ao Prefeito, atendendo com benefícios portadores de câncer e crianças em extrema pobreza.

Justificando o pedido como de relevante importância, Marga, solicitou que seja estudada a possibilidade de implantação, no âmbito do Município, da concessão de ‘Passe Livre’ aos portadores de câncer no Sistema de Transporte Coletivo Municipal.

Com isso, a vereadora acredita viabilizar melhores condições de locomoção em território patrulhense aos portadores de câncer de baixa renda. “O câncer é uma doença degenerativa de difícil tratamento e cura, além de submeter os pacientes a prolongados e dolorosos tratamentos capazes de debilitá-lo fisicamente, motivo por si só que julgo relevante o atendimento deste pleito”, enfatizou.

A doação de material escolar para crianças de extrema pobreza integrou a outra indicação apresentada pela vereadora ao Executivo. Ela pediu que a Secretaria Municipal de Educação, analise a implantação de um projeto com este objetivo. “É uma medida tão simples, mas que pode fazer muita diferença para aquele estudante, que muitas vezes não tem o material adequado para o seu estudo”, analisou.

Situação da ETE

Já através de um requerimento, a vereadora pediu ao Executivo, para que através da Procuradoria do Município, informe ao legislativo, sobre a tramitação do processo judicial sobre a operação da ETE (Estação de Tratamento de Efluentes) de Osório na Lagoa dos Barros, que têm como réus o município de Osório, a CORSAN e a FEPAM. Margarete ainda solicitou informações com relação a licença de operação concedida pela FEPAM, para autorizar o funcionamento da ETE.