Vereadores e Presidente do Conselho de Educação conversam sobre o ensino patrulhense

 

Na tarde da última sexta-feira, 14 de julho, os vereadores Jorge Elóy, Marcelo Gaúcho e Rodrigo Massulo, fizeram uma visita de cortesia ao Conselho Municipal de Educação, situado no segundo pavimento do Centro de Convenções Qorpo Santo. Na ocasião foram atendidos pela Presidente e Vice-Presidente do Conselho, Carla Meregalli e Eliandra Santos e pela funcionária Noeli Decken.

Durante o encontro, os vereadores ouviram relatos de muitos problemas relacionados à educação do município, principalmente a situação em que se encontra a Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Inês, nos seus dois prédios. A maior preocupação da Presidência do Conselho é a precariedade do local onde hoje estudam quase 500 alunos, na maior escola do município. O perigoso estado da fiação elétrica, a falta de refeitório e mais sanitários, a madeira velha e desgastada pelo tempo, que correm o risco de desabar, além das diversas goteiras que atingem as salas de aula. Enquanto isso, o novo prédio é alvo de vandalismo e degradação.


Carla afirmou que um relatório está sendo elaborado e passará pela aprovação dos conselheiros em plenária, nesta terça-feira, 18, para então ser encaminhado às autoridades competentes. Outro ponto discutido, foi a formação do Conselho Municipal do Fundeb e a falta de respostas para as solicitações encaminhadas ao executivo.


Os vereadores salientaram que a Escola Santa Inês também é uma das maiores preocupações da Câmara e que farão o necessário para que o executivo tome alguma providência em relação a isso. Outro ponto levantado por eles foi à situação do transporte escolar, que vem tendo graves denúncias de irregularidades, causando perigo a alunos de alguns locais, como na Escola Nossa Senhora Medianeira (localidade de Boa Vista).