Após protocolar pedido de informações acerca de como estaria se dando o pagamento de postagens patrocinadas na página oficial do Facebook da Prefeitura, o vereador Dirceu Machado recebeu uma resposta que desagradou a maioria dos vereadores da Câmara de Santo Antônio da Patrulha.


Foi informado que o custo dessas postagens na rede social é de R$ 600,00 (seiscentos reais) ao mês, e o primeiro pagamento foi efetuado em dezembro de 2017, através da empresa Thiago Souza Carvalho. A empresa recebeu o dinheiro da prefeitura, via Gabinete do Prefeito, e repassou ao Facebook, com a especificação de impulsionamento na página da prefeitura na rede social.


Os vereadores do PTB, PP, SD e PSB, criticaram veementemente o uso de dinheiro público para publicidade em redes sociais, estando a prefeitura na atual situação em que se encontra.


Há falta de medicamentos nos postos de saúde, manutenção de estradas, o hospital municipal está sempre necessitando de mais dinheiro para investimentos (inclusive a câmara tem ajudado como pode) enquanto a prefeitura gasta mensalmente com publicidade.


Em um ano esse gasto de R$600,00 por mês será de R$ 7.200,00, um valor que poderia ser muito melhor investido em outras áreas que estão muito mais necessitadas e que beneficiariam bem mais o cidadão patrulhense.

 

O vereador Marcelo Gaúcho acompanhou, na madrugada desta terça-feira, 30, o longo trajeto que uma família do interior do município precisa fazer para conseguir acessar o transporte público de saúde de Santo Antônio da Patrulha até Porto Alegre.


Um bebê de 5 meses, acompanhado pelos pais, precisa sair de casa ás 4h e 40min da manhã e caminhar no escuro por dois quilômetros até chegar a parada de ônibus na ERS 030, onde aguarda o transporte da Secretaria de Saúde. O ônibus, que deveria chegar ao local ás 5h, chegou apenas ás 5h e 50min, e deixou a família aguardando no sereno e no escuro por mais de uma hora. Por sorte, não estava chovendo.


A consulta da mãe do bebê estava marcada para as 8h e 30min, mas como a criança ainda é de colo e mama precisa estar junto da mãe. Dentro do ônibus haviam pacientes que tinham consulta marcada apenas para a tarde, incluindo idosos e crianças, que teriam que esperar mais de 6 horas para serem atendidos.


Após relatar o ocorrido a Secretária Municipal da Saúde, Magda Bartikoski, Marcelo foi informado de que a van que sai do município ás 10h está na oficina. Magda também falou que em breve estará marcando uma reunião com os vereadores para falar sobre o transporte de pacientes via Unesul.
Marcelo ressalta que este é apenas um dos casos que acontecem diariamente na cidade e que todas as pessoas precisam ser tratadas igualmente com relação ao transporte para Porto Alegre, visto que já estão doentes e não devem ficar tanto tempo aguardando por consulta, saindo cedo de casa e retornando só ao final do dia.


Além desses relatos ainda é valido lembrar que os pacientes devem arcar com os custos de alimentação, que não existiriam se eles não tivessem que passar o dia fora de casa, pois a maioria não tem condições financeiras para pagar essas refeições.


O vereador espera que essas situações sejam reavaliadas e estará aguardando uma solução por parte da Secretaria de Saúde, conforme conversa com a Secretária.

 

A convite do proprietário da DaColônia Alimentos, Ênio Mello, o Presidente da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, Jorge Eloy de Oliveira, esteve na empresa, acompanhado dos vereadores Rodrigo Massulo, Samuel Souza e André Selistre. A visita se deu na tarde da ultima quinta-feira, 11, e serviu para que os edis conhecessem as obras de ampliação de uma das maiores empresas da cidade.


Um dos principais pontos da visita foi a situação das estradas da Costa da Miraguaia, que levam até a empresa. O péssimo estado de conservação das vias daquela localidade atrapalham diretamente as indústrias de lá. Muitos fornecedores não estão querendo entregar produtos para a empresa em função da precariedade das estradas, alegando que estão intransitáveis e que impossibilitam o acesso de carros e caminhões.


Durante o encontro os vereadores conversaram com os proprietários sobre a ampliação que a empresa está fazendo e visitaram as obras. Atualmente, a DaColônia gera cerca de 200 empregos diretos e tem previsão de mais contratações neste ano de 2018. Com as melhorias, estima-se que mais 20 funcionários sejam contratados. A empresa é uma das principais responsáveis pela geração de renda no município. A exemplo, em 2017, a arrecadação da DaColônia Alimentos equivaleu ao orçamento anual do município.


Ênio esclareceu que está pleiteando incentivo junto à Prefeitura para auxílio na ampliação de sua empresa. Os vereadores se colocaram à disposição para apoiar no que for necessário tanto na questão das obras quanto das estradas daquela localidade.

 

Mais uma vez os vereadores da Câmara de Santo Antônio da Patrulha foram procurados por moradores para tentar resolver questões relacionadas aos Postos de Saúde da cidade. Desta vez a denúncia é de acúmulo de sujeira dentro das dependências dos postos e das ESF’s (Estratégias de Saúde da Família) da cidade.


Além da sujeira na parte interna dos locais, o mato e o lixo que se encontram no pátio dos postos também preocupa os moradores. Foi relatado por uma paciente do Posto de Saúde do Bairro Cohab (ESF), residente no Bairro Bom Princípio, que uma cobra estava dentro do pátio do posto, o que além de anti-higiênico oferece risco à população.


Em novembro, os vereadores Rodrigo Massulo e Marcelo Gaúcho já haviam protocolado pedido de informações (646/2017) a respeito deste assunto, onde solicitavam dados sobre a demora do processo licitatório de contratação de empresa especializada para realizar a limpeza dos postos de saúde.
A prefeitura respondeu dizendo que a referida licitação foi lançada na forma de Pregão Eletrônico, mas teve que ser suspensa para análise de questionamentos interpostos ao edital e planilhas. Posteriormente ela foi remarcada novamente e mais uma vez suspensa por novos questionamentos. Após isso o Pregão foi cancelado, tendo em vista impugnações ao edital. Atualmente encontra-se tramitando dentro do Poder Executivo nova elaboração de edital para abertura de Pregão Eletrônico, porém ainda sem data para realização.


Os vereadores das bancadas do PP, PTB, PSB e SD, questionam o porquê da demora neste processo licitatório e onde está a agilidade do Poder Executivo em resolver algumas questões de maneira rápida de uma forma que não dependa da burocracia destes processos. A Prefeitura tem um vasto número de funcionários concursados em serviços gerais que poderiam resolver o problema da sujeira nos Postos de Saúde, mas muitos se encontram atualmente em desvios de função, o que deve ser revisto pela administração.


Um ambiente como um posto de saúde, que trata do bem estar das pessoas deve estar sempre limpo e higienizado, “por isso é tão importante a presença de funcionários específicos para esta função”, salienta os vereadores.


A câmara, em 2018, continuará atenta no atendimento desta demanda.

 

O vereador Jorge Eloy de Oliveira foi escolhido o ‘Vereador Destaque’ no ano de 2017 em Santo Antônio da Patrulha, segundo o Instituto MP Pesquisas. A opinião é da população do município que levou em conta a qualificação alcançada em pesquisa com maior índice de qualidade no ramo de Vereador Destaque.


O prêmio “Destak 2017” tem por finalidade premiar os destaques do ano em cada segmento, e na categoria “Vereador Destaque”, Jorginho alcançou a preferência pelo segundo ano consecutivo.


Para o vereador, a pesquisa é o resultado de todo o trabalho desenvolvido por ele na Câmara Municipal. “Esse reconhecimento da população só aumenta a vontade de servir cada vez mais minha comunidade e continuar trabalhando pelo povo patrulhense”, disse Jorginho.


O trabalho atuante fez com que o parlamentar municipal ganhasse destaque na Casa, inclusive sendo eleito Presidente do legislativo no ano de 2018, assim como a aceitação dos munícipes.


Jorge enfatiza que o reconhecimento das pessoas que votaram nele e o elegeram como o Vereador Destaque do ano simboliza o acerto de suas ações legislativas.