Os vereadores João Luis Bacana e Eronita Andrade encaminharam Requerimento ao Prefeito Daiçon Maciel da Silva, solicitando mais agilidade nos atendimentos da Secretaria Geral de Governo Planejamento e Gestão – SEGPG. O documento número 493/2017 foi protocolado dia 23 de setembro e foi feito como forma de tentar reverter a perca de um grande empreendimento para o município por conta da burocracia do governo.

Bacana pede que a Secretaria preste os serviços com mais rapidez, na liberação de empreendimentos imobiliários e industriais em Santo Antônio da Patrulha, visto que o Senhor João Batista dos Reis, Diretor-Presidente da Empresa Valbaru, que desde 1996 atende a demanda por lotes residenciais, comerciais e industriais na cidade e região, desistiu de um negócio por conta da demora e burocracia na execução do Loteamento Santa Teresinha IV. Uma ação que contaria com 182 lotes ao lado da Rua Senador Alberto Pasqualine e o único bairro da cidade que já continha uma ciclovia em seu projeto.

O edil não admite que Santo Antônio perca um empreendimento deste tamanho por conta da papelada burocrática que move o poder público e solicita ao Prefeito que tente reverter esse caso para que o município e os patrulhense saiam ganhando.

Na terça, 26, os vereadores foram informados que o Prefeito Daiçon e o Secretário de Planejamento Ferúlio estiveram em contato com o empresário Batista, para conversar sobre o loteamento e buscar alternativas para que o negócio volte a tramitar e possa ser concluído.

 

Após os vereadores de Santo Antônio da Patrulha derrubarem, por unanimidade, o veto do prefeito Daiçon Maciel da Silva ao Projeto de Lei nº 153, o Presidente do Legislativo, Vereador André Selistre, promulgou a Lei 7.900 que institui, para os doadores de sangue do Município de Santo Antônio da Patrulha, meia-entrada em eventos culturais, esportivos e de lazer, realizados em locais públicos. Selistre assinou o documento, de autpria do vereador Jorge Elóy de Oliveira, que dá validade à referida Lei, no dia 15 de setembro de 2017.

A partir de agora, as pessoas que doam sangue com regularidade, terão direito ao benefício de meia-entrada em eventos culturais, esportivos e de lazer, realizados em locais públicos no Município. Os doadores poderão exigir, por exemplo, a meia-entrada na Moenda da Canção; FENACAN; em espetáculos teatrais, musicais e de humor; atividades esportivas, entre outras de cunho cultural, esportivo e de lazer, realizados em locais públicos. De acordo com a nova Legislação, a meia-entrada corresponde a 50% do valor efetivamente cobrado pelo ingresso, sem restrição de data e horário.

Segundo o Vereador proponente do projeto, a exemplo de várias outras cidades, o objetivo é reconhecer àqueles doadores fidelizados que há muitos anos fazem a doação voluntária, não obstante incentivar novos doadores.

Jorge afirma que “como é de conhecimento de todos, existe uma constante falta de sangue nos bancos dos hospitais do Estado e em grande parte dos bancos de sangue do Brasil, onde os estoques estão sempre abaixo do mínimo desejável”. O vereador também ressaltou que não é fácil encontrar pessoas dispostas a se tornarem doadoras voluntárias de sangue, apesar das inúmeras campanhas sobre a importância desse gesto solidário e de compaixão à vida humana.

EM CUMPRIMENTO AO DISPOSTO NO PARÁGRAFO 4º DO ART. 9º DA LEI COMPLEMENTAR Nº 101 DE 04 DE MAIO DE 2000, O PODER LEGISLATIVO CONVIDA PARA REALIZAÇÃO DA

 

AUDIÊNCIA PÚBLICA

 

Para apresentação dos Demonstrativos de Resultado Nominal, Resultado Primário e Dívida Consolidada Líquida, referente ao 2º quadrimestre do exercício de 2017.

 

Local: Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha

(Plenarinho Ver. Luis Tedesco)

Data: 29 de setembro de 2017

Horário: 14:00 horas

 

O Gabinete Móvel do vereador Rodrigo Massulo é um compromisso de campanha que está sendo colocado em prática. A 6ª edição ocorreu na COHAB na tarde do último sábado, 23. Moradores foram atendidos na quadra do bairro pelo parlamentar, que encaminhará as reivindicações junto à Administração Municipal.

O edil salientou que as principais reclamações dos moradores foram a falta de medicamentos nos postos de saúde do bairro e central e os buracos nas vias daquela comunidade.

Todos os meses uma localidade ou bairro diferente receberá o Gabinete Móvel. O objetivo é ouvir os moradores e ajudá-los a encontrar soluções para seus anseios. O atendimento ocorreu como de costume, das 10h até as 12h.

Leia aqui o resumo da Ordem do Dia e do Expediente da 34ª Reunião Ordinária da Câmara, realizada no dia 25 de setembro de 2017.

Acompanhe também o áudio da Sessão clicando no ícone Câmara em áudio - No Ar