O vereador André Selistre (PSB) apresentou requerimento ao Prefeito Paulo Bier, solicitando que a Rua Senador Alberto Pasqualini seja alterada de Zona Residencial para Zona Comercial. O pedido, realizado em conjunto com o vereador Jorge Eloy de Oliveira (PTB), foi efetuado durante a 3ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, realizada no dia 12 de fevereiro.

Segundo Selistre, a mudança atenderia a pedidos de diversos empresários. “Esta alteração facilitaria a instalação de várias pequenas empresas ao longo daquela rua. Algo que seria muito positivo, pois traria crescimento econômico tanto para aquela região, quanto para Santo Antônio como um todo”, explicou.

O vereador ainda pediu que os moradores da Rua Alberto Pasqualini não sejam onerados de nenhuma maneira, caso a alteração seja realmente efetuada.

O vereador Paulo Telles “Gonha” (PTB) apresentou requerimento pedindo informações a respeito de melhorias não realizadas no Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE) Santo Antônio. A requisição aconteceu durante a 1ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, realizada nesta segunda (02/02). Em outubro de 2014, Gonha havia apresentado indicação solicitando que fossem atendidas diversas necessidades daquela instituição. Até o momento, porém, a Secretaria de Educação não realizou as melhorias solicitadas.

O vereador não poupou críticas a Secretaria Municipal de Educação, “Discordo da maneira como a Secretaria vem tratando o CAEE. É absurdo que 260 crianças que necessitam de tratamento especial estejam sendo prejudicadas e não tenham os materiais que necessitam, um bebedouro adequado e algum ar condicionado que funcione para enfrentar o calor do verão”, afirmou.

Gonha ainda anunciou que, em sinal de protesto, não utilizará mais bebedouro ou ar condicionado enquanto as melhorias não forem realizadas no CAEE. “Em qualquer repartição pública que eu esteja, vou apenas beber água da torneira. Convido aos meus colegas vereadores a aderir a este protesto comigo e já aviso que também vou convidar aos servidores desta Casa e aos membros do Poder Executivo. Vamos desligar o ar condicionado e não vamos mais usar bebedouro em protesto a esta falta de consideração da Secretária da Educação com o CAEE”, concluiu.

Indicação
Em outubro de 2014, o vereador havia solicitado, em conjunto com a então vereadora Gloria Terra (PTB), que fossem feitas as seguintes melhorias: reformas estruturais; mobiliários novos e adequados para um bom atendimento; computadores equipados para atender pacientes com necessidades especiais; materiais didáticos; jogos pedagógicos; livros infantis; brinquedos; bebedouro; ar condicionado; materiais para atendimento neurológico; adequações para a acessibilidade. Na mesma ocasião os vereadores ainda questionavam a respeito do atendimento de Fonoaudiologia, Neurpediatria, Psicologia e Assistência Social.

CAEE
Atualmente o CAEE atende cerca de 260 alunos com necessidades especiais como deficiencia intelectual leve, moderada e grave; deficiencia física, visual e auditiva; autismo; Sindrome de Asperger; Transtorno de Deficit de Atenção e Hiperatividade; transtornos cognitivos e de conduta; dificuldades acentuadas de aprendizagem e outras limitações.

No início do mandato do Prefeito Paulo Bier, em 2013, a Secretaria Municipal de Obras, Trânsito e Segurança teve o vereador Jorge Eloy de Oliveira (PTB) nomeado como titular da pasta. Agora, passados dois anos de intensas atividades no Poder Executivo, ele está de volta ao Legislativo, onde pretende seguir trabalhando de forma incansável por Santo Antônio da Patrulha.

“A passagem pela Secretaria foi muito importante para mim, tanto pelo lado pessoal e profissional, quanto pelo lado político. Estar a frente de uma pasta com a demanda que tem a de Obras me trouxe muitas experiências e conhecimentos que pretendo utilizar em meu trabalho aqui na Câmara”, afirma Jorginho.

De acordo com o vereador, muitas foram as realizações durante esse período como Secretário, como as diversas melhorias em estradas do interior. Mas, para ele, duas situações se destacaram mais. “O asfaltamento das ruas Capitão José Machado, Caldas Júnior, Armando José Giordani, Major Villa Verde, Sezefredo da Costa Torres e Sete de Setembro, realizado no ano passado, certamente é o maior legado da minha gestão à frente da Secretaria. Outro momento importante foi agora, nos últimos dias, quando finalmente assinamos a ordem de serviço para iniciar a construção do Paradão, uma demanda antiga que conseguiremos enfim tirar do papel”, relata.

Jorginho ainda faz um agradecimento. “Quero agradecer a Administração pela oportunidade e pela confiança em me escolher como Secretário. À população de Santo Antônio, pela compreensão, pois por mais que se tente, sempre há coisas que não são possíveis de serem atendidas naquele momento. E, por fim, agradecer aos servidores da Secretaria de Obras, pelo excelente trabalho realizado e pelo apoio nestes dois anos em que estive lá”, conclui.

Em 2013, a gestão da vereadora Margarete Pereira (PP) na Presidência da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, ficou marcada pela responsabilidade no uso do dinheiro público. Devido a essa boa administração dos recursos houve sobra de valores no orçamento do Legislativo Municipal. Essa verba foi dividida entre os vereadores para que eles a indicassem para ser utilizada em para obras, instituições e projetos de governo, num máximo de R$ 25 mil por vereador. Uma das destinações que Margarete deu foi para a instalação de placas informativas sinalizando pontos turísticos da cidade e órgãos públicos. No final do mês de janeiro, a vereadora viu seu pedido se tornar realidade.

Placas indicativas foram instaladas nos seguintes pontos: Restaurante Casa DaColônia, Correios, Bradesco, Bar Turista, Centro de Informações Turísticas, Xis Beleza, Parque da Guarda, Fórum e Avenida Borges de Medeiros. “Estas placas ajudarão muito aos turistas que frequentam nossa cidade em número cada vez maior. Os locais onde as placas foram colocadas são estratégicos e certamente proporcionarão um aumento significativo no número de visitantes nos pontos turísticos de Santo Antônio”, destaca Margarete.

Protocolo Digital
Ao final de 2014, foi aprovada uma resolução que cria o Protocolo Digital na Câmara de Vereadores. O projeto foi uma iniciativa da vereadora Margarete. A partir de 2015, todo e qualquer documento que tramite no Legislativo é protocolado por mecanismos de arquivo digital. Proposições Parlamentares, Pedidos de Informações, Pedidos de Providências, Ofícios, Memorandos Internos etc, serão todos abrangidos pela medida.

“É uma preocupação ambiental. Milhares de árvores são derrubadas com frequência para a produção de papel. E quanto menos árvores, maiores os efeitos no meio ambiente, como, por exemplo, o efeito estufa, que vem tornando o planeta mais quente a cada ano que passa. Sem contar que, anualmente, uma quantidade assustadora de papel simplesmente é jogada fora. Apenas em 2014, a Câmara utilizou um valor aproximado de 100 mil folhas de papel. Com a aplicação desta resolução, à impressão de documentos será diminuída de forma drástica, evitando esse uso exagerado, combatendo o desperdício e ainda economizando recursos”, explica Margarete.

O Presidente da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, Mauro Marreta (PT), recebeu, nesta quinta (29/01), a visita do Presidente da Câmara de Porto Alegre, Mauro Pinheiro (PT). O assunto foi a implantação do Parlamento Metropolitano, um fórum de discussão que reunirá os 34 municípios da Região Metropolitana para debater e buscar soluções para problemas em comum entre as cidades. A primeira reunião do Parlamento está prevista para março.

“Esta é uma ideia belíssima. Existem muitas demandas que o município, sozinho, não tem como resolver, sendo necessária toda uma discussão com outras cidades da região. Situações relacionadas à água, meio ambiente, mobilidade urbana, segurança pública e saneamento básico, são exemplos disso. O Parlamento Metropolitano facilitará não apenas essas conversas, mas também a resolução destas questões em comum. Além disso, unidos, teremos muito mais facilidade de conquistarmos recursos junto aos governos Estadual e Federal”, enfatizou Marreta.

O vereador Mauro Pinheiro, destacou a importância do debate entre os Legislativos Municipais. “Coloquei a instituição deste projeto como meta de meu mandato na Presidência da Câmara de Porto Alegre. Está na hora de nós, vereadores, nos unirmos e nos mobilizarmos por conquistas em comum para nossos municípios. A ideia do Parlamento Metropolitano é esta, procurar soluções em comum e estimular a troca de experiências entre os vereadores”, explicou o vereador.

A ideia é que o Parlamento Metropolitano funcione da mesma forma que uma Câmara de Vereadores. Serão redigidos estatuto e regimento próprios, será escolhida uma mesa diretora e comissões temáticas serão instauradas para que as discussões sejam aprofundadas.