Desde o início do seu mandato o vereador do PDT, Diego Portal, vem trabalhando forte em buscar alternativas para melhorar o trânsito em Santo Antônio da Patrulha. As notícias mais comuns relacionadas ao trânsito se referem a acidentes e a alta velocidade.

Em setembro de 2021, o vereador realizou uma visita ao município de Osório com o propósito de trocar ideias e experiências de projetos implantados e conhecer de perto os modelos de redutores de velocidade (lombadas ecológicas) nas ruas mais movimentadas. Na ocasião foi apresentado o último modelo implantado, formada por placas pré-fabricadas, rápida instalação, inclusive atendendo a legislação de acordo com a resolução do Contran 600/2016.

Na manhã desta terça-feira, dia 10 de maio, a secretaria de Obras, Trânsito e Segurança iniciou a instalação da primeira lombada ecológica na Rua Lothar Machado dos Reis, bairro Pindorama.  Em momento distinto, Diego encaminhou a solicitação, agora atendida pela Prefeitura.

“Tenho que agradecer ao secretário Jorge Eloy e a toda equipe pela agilidade com que sempre nos dispensa e ao Poder Executivo em entender minha indicação”, avaliou o vereador. 

Nas mídias sociais, o prefeito Rodrigo Massulo agradeceu ao vereador e garantiu a instalação de outras duas lombadas nas ruas 7 de Setembro e na Idelfonso S. Braga, nos próximos dias. 

Diego Lombada21

O deputado Estadual Rodrigo Maroni (PSDB) ao ingressar com o Projeto de Lei para proibir os rodeios no Estado RS, na quarta-feira, dia 04 de maio, na Assembleia Legislativa, gerou discussões, fortes críticas e revolta no meio tradicionalista do Rio Grande do Sul.   

O assunto pautou parte da 14ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, realizada na segunda-feira, dia 09. O proponente Valtair Andrade (Progressista), juntamente com todos os demais vereadores, encaminharam a Moção de Repúdio nº 009/2022 ao deputado Rodrigo Maroni, defensor da causa animal, que propôs o fim dos rodeios no estado do Rio Grande do Sul. Segundo Maroni o objetivo é acabar com as situações de maus-tratos em um evento onde os animais são humilhados e machucados de todas maneiras possíveis.

Na tribuna, o vereador Progressista Valtair Andrade fez duras críticas ao deputado e ao seu projeto de lei defendendo a cultura gaúcha. Valtair acredita que o projeto não será aprovado e considera lamentável seu teor.

“Nós temos tanto orgulho da nossa cultura gaúcha, dos rodeios, que é um ambiente familiar, que respeita as tradições e os animais. Também é uma questão histórica, cultural e econômica para nós”, argumentou.

Os colegas vereadores apoiaram o posicionamento do vereador e destacaram a importância dos rodeios para a cultura do estado. 

Ainda durante a semana, em nota assinada pelo vice-presidente Campeiro do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), José Nicanor Castilhos de Oliveira, a entidade também repudiou o projeto de lei, e diz que “tais práticas nunca foram admitidas nos eventos promovidos pelo MTG e por suas entidades filiadas, consistindo a justificativa do parlamentar em um argumento falacioso que só demonstra o desconhecimento da cultura, dos valores e dos ideais do homem do campo, cultivados e preservados pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul na promoção dos eventos campeiros”.

O vereador Diego Portal (PDT) encaminhou, ao Poder Executivo, um requerimento pedindo que seja agendada uma reunião na comunidade da Vila Assis Brasil para esclarecimentos aos moradores sobre as escrituras doadas pelo município aos participantes do Programa More Legal.

Conforme Diego, as escrituras foram doadas com a intenção dos próprios moradores regularizarem seus nomes. Segundo o levantamento da Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento Econômico-SEPDE, setor de Habitação Social, foram emitidas 161 escrituras, onde 70 ainda estão em aberto para regularização. O propósito desta reunião será para orientá-los e assegurar aos cidadãos não somente a posse e propriedade do imóvel, mas também a sua titulação, evitando futuros problemas.

O More Legal é um procedimento que regulariza um lote individual, especificando sua localização, as medidas e confrontações para fins de regularização e registro do mesmo dentro de uma área maior. Os documentos são emitidos com o objetivo de atribuir um título de domínio a pessoas que possuem o terreno, buscando reduzir o número de propriedades informais.

“O More Legal possibilita mais segurança jurídica quanto à situação de moradia e oferece autonomia aos proprietários de forma que tenham um patrimônio legalizado”, lembra Diego. 

Desde julho de 2021, o vereador Valtair Andrade (Progressista), vem solicitando melhorias a empresa da Unesul Transportes referente a redução de carros e horários, em Santo Antônio da Patrulha. Os cidadãos que trabalham fora do município e utilizam as linhas da Unesul, via Freeway trecho da BR-290, estão se sentindo prejudicados. Seja durante a semana ou nos finais de semana, mesmo pós-pandemia, os usuários possuem somente um único horário de viagem de Santo Antônio a Porto Alegre.   

Na última segunda-feira, dia 02 de maio de 2022, o vereador Progressista Valtair Andrade retornou com o mesmo assunto e encaminha mais um Requerimento nº 331/2022 ao gerente de tráfego da Unesul Transportes, Rafael F. Erthal, solicitando novas opções de horários e ônibus no trajeto Santo Antônio da Patrulha/Porto Alegre.

Ainda em 2021, o vereador havia sugerido a empresa criar uma conexão (embarque e desembarque), em Santo Antônio, logo na saída do acesso à Freeway, próximo ao Posto Trevo, com os horários já existentes do trajeto Porto Alegre/Litoral Norte (direto). Na sua opinião, seria a melhor opção para quem precisa percorrer entre as duas cidades.

 A solicitação busca atender as reivindicações dos usuários do município de Santo Antônio e região.

O vereador Antônio Vieira Dias (MDB) apresentou a Indicação nº 094/2022 durante a 13ª Reunião da Câmara de Vereadores de Santo Antônio, realizada na segunda-feira (02), questionando ao Poder Executivo sobre a aquisição de um castramóvel para auxiliar os atendimentos de castrações de cães e gatos no município. Destaca ainda que os recursos para aquisição poderão ser requisitados através de emendas parlamentares com a contrapartida do município. Em junho de 2021, o vereador Gabriel Diedrich (MDB) já havia levantado o assunto na tribuna defendendo ser uma demanda antiga dos defensores dos animais e de toda a população que amam os animais.

Santo Antônio possui aproximadamente 50 mil habitantes entre área urbana e rural. Já a população de cães e gatos de estimação excede a capacidade da sociedade de cuidar e de fornecer bons lares para eles. Como resultado, dezenas de animais vivem nas ruas ou estão abandonados em organizações não governamentais que carecem de recursos financeiros.

O controle da população canina e felina deve ser uma preocupação primária do bem-estar da sociedade. Afinal, a promoção da saúde dos animais e a saúde pública são interesses que se entrelaçam, uma vez que as ações preconizadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde) para a saúde pública também protegem os animais, por atuarem na defesa da saúde coletiva.

O castramóvel consiste em um veículo que poderá ser utilizado gratuitamente na castração de animais domésticos abandonados nos bairros ou não, sem que seus tutores se dirijam a alguma clínica particular. Com isso além de facilitar o acesso e o trabalho do órgão, também deve contribuir com o controle reprodutivo dos animais domésticos no município.

O principal objetivo das castrações, segundo Vieira, é reduzir o número de animais abandonados vítimas de crias indesejadas e sem controle no município.