sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Canário propõe projeto para facilitar elo com a população
Canário propõe projeto para facilitar elo com a população

Vivemos um momento em que a sociedade exige transparência e quer participar e acompanhar o que acontece em Santo Antônio da Patrulha. Desde que assumiu uma cadeira na Câmara de Vereadores, Sérgio Airoldi (Canário) tem se pautado em apresentar projetos que aproximem cada vez mais a população dos agentes públicos.

Na última segunda-feira, dia 31, na 17ª Reunião da Câmara de Vereadores, no uso da tribuna, Canário apresentou sua Indicação nº 109/2021, onde propõe o projeto “Vez à Voz do Cidadão”. Em parceria entre os Poderes Executivo e Legislativo, pretende abrir espaço para ouvir lideranças da comunidade, oportunizando voz para iniciativas do cidadão sugerindo ideias, demandas e outros atividades a serem adotas. 

A ideia surgiu, segundo o vereador, de conversas com cidadãos preocupados também com os problemas comuns que afligem a todos os patrulhenses. Diagnosticar os grandes problemas, onde fosse debatido ideias, temas, entre outros com a população (poderia até ser convidado um especialista na área), a ideia é estimular o senso crítico, a informação, aproximar as pessoas da política quebrando o tabu e provocando a discussão, a detecção de problemas locais ou setoriais que precisam ser solucionados. Pode parecer algo simples, mas é algo que realmente iria ajudar Santo Antônio.

O projeto busca despertar a atenção das pessoas para o exercício dos seus direitos e desenvolver, quando possível, o voluntariado de ações, que sempre servirá de rede de apoio e facilitando o acesso da população aos órgãos públicos que possam resolver os seus problemas e, por fim, a necessária transformação social, mediante o diagnóstico de cada bairro e comunidade.

“Não é preciso buscar fórmulas mágicas para aumentar o interesse do cidadão pelo que se passa nos órgãos públicos. Basta criar canais de inclusão política, pois o cidadão quer falar, reclamar, denunciar, propor e debater as decisões que afetam a vida dele”, conclui Canário.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 02/06/2021
Atualização: 02/06/2021
Acessos: 122

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo