sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Canário propõe que o programa de Práticas Integrativas e Complementares seja instituída no município
Canário propõe que o programa de Práticas Integrativas e Complementares seja instituída no município

As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) são recursos terapêuticos que buscam a prevenção de doenças e a recuperação da saúde, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade.

As práticas foram institucionalizadas por meio da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS (PNPIC). Estas importantes práticas são transversais em suas ações no SUS e podem estar presentes em todos os pontos da Rede de Atenção à Saúde, prioritariamente na Atenção Primária com grande potencial de atuação. Uma das abordagens desse campo é a visão ampliada do processo saúde/doença e da promoção global do cuidado humano, especialmente do autocuidado. As indicações são embasadas no indivíduo como um todo, considerando-o em seus vários aspectos: físico, psíquico, emocional e social.

Entre as principais diretrizes da PNPIC está o aumento da resolutividade dos serviços de saúde, que ocorre a partir da integração ao modelo convencional de cuidado de racionalidades com olhar e atuação mais ampliados, agindo de forma integrada e/ou complementar no diagnóstico, na avaliação e no cuidado.

Na última segunda-feira, dia 26, a Câmara Municipal de Santo Antônio da Patrulha aprovou, por unanimidade, a Indicação n° 152/2021 de autoria do vereador Sérgio Airoldi (Progressista). A Indicação propõe que seja instituída no município as Práticas Integrativas e Complementares. Essas práticas podem ser usadas tanto para tratar doenças, especialmente as crônicas, como para preveni-las, auxiliando na manutenção da saúde.

A realidade mostra que a medicina tradicional/complementar e alternativa vem crescendo em todo Mundo e sua importância vem sendo ressaltada em diversos estudos. No Brasil a Política Nacional de Práticas Integrativas Complementares incentiva sua inserção e fortalecimento na atenção primária.

“Muitas vezes, a população deixa de utilizar essas práticas por falta de conhecimento ou por não saber que estão disponíveis no SUS”, afirmou Canário.

O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece, de forma integral e gratuita, 29 procedimentos de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) à população.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 29/07/2021
Atualização: 29/07/2021
Acessos: 171

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo