sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Em busca de bons exemplos de projetos para animais, vereadores visitam Novo Hamburgo
Em busca de bons exemplos de projetos para animais, vereadores visitam Novo Hamburgo

 

Depois de protocolarem duas indicações para a Prefeitura, no sentido de sugerir a castração de animais de rua e a aquisição de um veículo para realizar esses procedimentos, os vereadores Marcelo Gaúcho e Rodrigo Massulo, acompanhados da protetora de animais patrulhense, Cássia Message, foram até a cidade de Novo Hamburgo para conhecer o Projeto Castramóvel e o Centro de Proteção aos Animais – CEMPRA, que integram a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Na manhã desta quarta-feira, 03 de maio, foram recebidos pela Diretora de Controle e Bem Estar Social, Marcela Borges Nunes que também é veterinária, protetora e defensora da causa animal. O CEMPRA é um abrigo temporário de alta rotatividade, onde os animais de rua são esterilizados, recuperados e devolvidos à sua comunidade de origem.

A visita, agendada previamente, se deu no momento em que funcionários do local faziam a cirurgia castradora em diversas fêmeas de grande porte. Normalmente, as castrações acontecem 3 vezes na semana, mas, devido à grande demanda, estão operando todos os dias da semana durante um mês para conseguirem acabar com a lista de espera.
Geralmente, são feitas cerca de 350 castrações ao mês, entre cães e gatos, machos e fêmeas. Todos os procedimentos são realizados pela equipe de trabalho do CEMPRA, que é composta por três médicos veterinários, motorista e serviços gerais, todos servidores concursados, além de três estagiários que auxiliam também nas castrações. O CEMPRA fica num espaço que contém salas de esterilização, pré-operatório, cirurgia, recuperação, cozinha, administração e dois banheiros (feminino e masculino).

Todos os animais que chegam até o local são microchipados, isto é, passam a portar um chip subcutâneo para controle de localização e zoonoses. O centro iniciou suas atividades com a prestação de serviços como o recolhimento de animais, a adoção responsável e castração. Seu objetivo principal é o controle populacional humanitário dos animais errantes através da castração. Além disso, também recolhe animais de rua em situação de risco (atropelados, doentes, filhotes, fêmeas prenhas e/ou com filhotes), e fiscaliza situações de maus tratos. Também realiza atividades educacionais através de palestras sobre bem-estar animal e guarda responsável a públicos diversos e feiras de doação de animais.

A castração de animais que já possuem guarda, depende de uma adequação das famílias de baixa renda ao programa estabelecido em conjunto com as Agentes de Saúde do município de Novo Hamburgo. Para ganhar o serviço de castração do seu animal, o morador precisa participar de uma espécie de palestra, onde ele aprenderá sobre guarda responsável, cuidados e ciência animal. O Diretor de Castração, Veterinário Maicon Bonini Faria, acredita que a educação preventiva e controle populacional geram impactos na saúde pública e evitam problemas futuros para a cidade. “O grande problema hoje, não é a fertilidade dos animais e sim a conduta humana de irresponsabilidade na condução da guarda de seus bichinhos”, diz o veterinário. Outro ponto levantado por Maicon é de que “quanto maior o esclarecimento da pessoa, menor a população de animais”, completa.

Karen Silveira de Souza, outra veterinária que atende no CEMPRA, salienta que a castração feita no centro já otimiza a recuperação dos animais no pós-operatório. Pensando no bem-estar do animal e nos cuidados que os donos precisam ter depois da cirurgia, eles já aplicam antibióticos e anti-inflamatórios de longa duração e fazem a sutura com pontos internos, o que evita infecções e machucados pelo próprio animal. Os tutores também são ensinados de como cuidar do cão ou gato castrado, para que o procedimento seja bem sucedido.

Após conhecerem o CEMPRA, os vereadores foram até a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, onde conheceram de perto o Castramóvel, veículo adaptado para fazer castrações em locais fora do centro clínico. Instalado em um pequeno caminhão, o Castramóvel está equipado com um tubo de oxigênio, mesa de cirurgia e auxiliar, pia para higienização, ar-condicionado e todos os medicamentos necessários para que a equipe, composta por um veterinário e um auxiliar, possa realizar os procedimentos.

O veículo é uma adaptação de uma unidade móvel de saúde – SAMU – que estava a caminho de ir para leilão, pois estava defasada para atuar como ambulância. Segundo a Diretora Marcela, para que um Castramóvel exista, é necessário ter um centro de apoio vinculado, neste caso o CEMPRA, podendo também ser uma clínica particular que tenha convênio estabelecido com a Prefeitura. O centro de apoio esteriliza os materiais que serão usados no Castramóvel e dá assistência com remédios e anestésicos para o procedimento cirúrgico.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 04/05/2017
Atualização: 04/05/2017
Acessos: 114

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo