sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Incertezas levam vereadores a marcarem reunião com administradores do Hospital
Incertezas levam vereadores a marcarem reunião com administradores do Hospital

A situação do hospital de Santo Antônio da Patrulha entra em pauta novamente na Câmara de Vereadores. Indícios de dívidas com fornecedores, falta de pagamento de salários a funcionários e até a ausência de produtos de higiene para limpeza das dependências são algumas das questões que devem ser levantadas em Reunião da Comissão, marcada para o dia 07, às 14hs, no plenarinho Luís Tedesco.

Em ofício apresentando durante a reunião ordinária de segunda-feira, 29, foi solicitada a presença do diretor-presidente da Germann e Pechmann (mantenedora do Hospital), Jonas Ricardo Germann, e do Diretor Administrativo, Paulo Rodolpho Guimarães Gil, para esclarecer estes pontos.

Porém, o risco do município perder a referência em cirurgia oftalmológica na região, pelo atraso na reforma do bloco cirúrgico, entende o presidente da Casa, André Randazzo dos Reis (PMDB), exige a participação do prefeito e atual secretário municipal de saúde, Paulo Roberto Bier, no encontro. A mesma opinião foi defendida pelo vice-presidente, João Luís Moreira da Silva “Bacana” (SDD).

Para Bacana, o Hospital continua sendo um posto avançado, com sérios problemas de gestão e com “obscuridades” que só podem ser colocadas às claras por quem o trouxe para cá. “O responsável por esta entidade ter assumido o Hospital foi o atual Prefeito. Se o serviço não está sendo prestado adequadamente ele precisa se manifestar, o que não vem fazendo”, declarou Bacana.

Já Deco, reafirmou que apesar das dificuldades, o Governo do Estado, através da 18ª Coordenadoria da Saúde, deu todo suporte necessário para a assinatura do contrato viabilizando a integração do Hospital ao Sistema Único de Saúde e a garantia do recebimento de verbas públicas para o a melhoria dos serviços ofertados a população.

“Queremos a transparência dos atos administrativos, de preferência apresentados em forma de contrato, para que qualquer tipo de boato seja dissipado. A população, assim como os funcionários não podem viver constantemente na incerteza sobre a capacidade de gestão do atendimento”, afirmou Randazzo. A iniciativa de solicitar a reunião partiu do vereador da situação e líder do governo, Tadeu Neves (PP).     

Demanda por cirurgias supera mil pacientes  

Ainda na segunda-feira, 29, a Coordenadora da 18ª CRS, Magda Bartikoski, juntamente como deputado estadual, Gabriel Souza (PMDB), e o presidente da Câmara, André Randazzo dos Reis (PMDB), estiveram vistoriando o Hospital Municipal. Na ocasião, eles conversaram com o diretor clínico Dr. Germann, para se inteirar sobre o andamento das obras do bloco cirúrgico. Atualmente mais de 1.600 pacientes aguardam na fila por cirurgias de catarata.

Como consequência da visita o grupo (incluindo o presidente local do PMDB, Ferulio José Tedesco) esteve, na manhã de terça-feira, 1º, reunido com o Diretor do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial da Secretaria da Saúde, Alexandre Brito, para tratar da situação do hospital que está com o bloco cirúrgico oftalmológico em obras para atender os 23 municípios da região. Conforme o presidente da Câmara, os valores atrasados devem ser quitados até o final deste mês.  

 

Foto: Reunião com administradores deve esclarecer pontos que afligem usuários

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 02/03/2016
Atualização: 02/03/2016
Acessos: 118

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo