sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Marcelo gaúcho esclarece questões sobre vagas no CER de Osório
Marcelo gaúcho esclarece questões sobre vagas no CER de Osório

 

Após ter visitado novamente o Centro de Reabilitação Física, Auditiva e Visual – CER III, em Osório, na semana passada, e retornar à Câmara com algumas dúvidas sobre as vagas destinadas a Santo Antônio da Patrulha, o vereador Marcelo Gaúcho reuniu-se com a 18ª Coordenadoria Regional de Saúde de Osório e com membros da Secretaria Municipal de Saúde Patrulhense. Presentes no encontro da tarde de ontem, 11,  estavam o Coordenador da 18ª, delegado Julio Mirim, a delegada adjunta, Magda Bartikoski, o Secretário Municipal de Saúde de SAP, Charlis Santos, a Diretora de Apoio e Infraestrutura da SEMAS, Rafaela Dapper Brazzalle, a Técnica de Enfermagem, Sislaine Pacheco e duas funcionárias técnicas da 18ª, Lariane Maciazeki e Liara Saldanha Brites.

Na oportunidade as técnicas elucidaram como se dá o preenchimento das vagas disponíveis no CER III, tanto para consultas como para confecção de próteses e órteses. Segundo Liara, todas as solicitações para as reabilitações auditiva, física e visual devem ser realizadas no SISREG (Sistema Nacional de Regulação) e não mais pelo GERCON (Gerenciamento de Consultas). Diferente de outros, os procedimentos realizados no CER não têm cota. Na prática, a marcação de consultas/exames é realizada pela 18ª CRS por meio da regulação baseada em critérios clínicos de classificação de risco.

Sendo assim, muitas pessoas que estão na fila, esperando por atendimento, continuam obedecendo aos critérios clínicos, que definem o grau de urgência e importância do atendimento para aquele paciente. Em outras palavras, os pacientes mais graves e com maior necessidade terão prioridade nos atendimentos, independente de sua colocação na fila e isso só poderá ocorrer através de laudos médicos que comprovem a gravidade do caso.

Atualmente, Santo Antônio tem 16 pacientes cadastrados no sistema para reabilitação auditiva, sendo que 5 são pacientes antigos (que já estavam cadastrados no GERCON e agora passaram via SISREG) e 14 são idosos, além de 3 pacientes aguardando atendimento para reabilitação física, onde todos são adultos não idosos.

O vereador agradeceu a atenção de todos os envolvidos na reunião e sugeriu que haja maior divulgação de como são feitas as marcações e de como são preenchidas as vagas para que a comunidade possa entender melhor como se dá todos os procedimentos até o atendimento.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 12/12/2019
Atualização: 12/12/2019
Acessos: 134

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo