sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Marcelo Gaúcho pede informações sobre a contratação de veterinário para a realização de castração de animais abandonados
Marcelo Gaúcho pede informações sobre a contratação de veterinário para a realização de castração de animais abandonados

 

Os animais abandonados sempre foram uma preocupação do vereador Marcelo Gaúcho.  Já no primeiro ano do seu mandato (2016), Marcelo fez uma indicação ao Prefeito Daiçon Maciel da Silva, para que os Poderes Executivo e Legislativo de Santo Antônio da Patrulha firmassem uma parceria objetivando aquisição de um veículo VAN CASTRAMÓVEL que teria por objetivo prestar um serviço móvel de castração de gatos e cães para acabar com a proliferação destes animais, decorrente da falta de posse responsável.

Em decorrência deste pedido, foi realizado concurso público para o preenchimento da vaga de médico veterinário que realizasse este serviço, porém, a contratação ainda não foi realizada e a população de animais abandonados no município continua crescendo, sem nenhuma política de controle implantada.

O vereador protocolou então, no ultimo dia 13, um Requerimento à Prefeitura, pedindo informações, sobre qual a previsão para a nomeação do cargo de veterinário, quais suas atribuições e se inclui castrações. O Prefeito tem um prazo legal de 30 dias para manifestar-se a respeito deste pedido.

Em 09 de maio de 2018 os vereadores Marcelo Gaúcho e Rodrigo Massulo reuniram-se com o Prefeito, em seu gabinete, para falarem sobre suas indicações acerca do controle populacional de animais na cidade. Daiçon lembrou que em seu plano de governo estava listado algum tipo de iniciativa em favor da causa animal e se comprometeu em buscar algum mecanismo de controle populacional de animais no município.

Segundo a Organização Mundial da Saúde estima-se que só no Brasil existam mais de 30 milhões de animais abandonados, entre 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães. Em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. Destes, 10% estão abandonados. No interior, em cidades menores, a situação não é muito diferente. Em muitos casos o número chega a 1/4 da população humana.

Em Santo Antônio da Patrulha, este número só não é maior graças ao trabalho das ONG’s que recolhem cães e gatos das ruas para dar-lhes água, comida e um lar, nem que seja temporariamente. Este trabalho difícil e pouco reconhecido sobrevive com doações e a boa vontade de algumas pessoas, como Seu Santin e Luciane Souza, que são incansáveis no resgate de animais abandonados ou em situações de maus-tratos.

Marcelo acrescenta ainda que é necessário tomar medidas urgentes para controlar o crescimento dos animais de rua e diminuir o abandono. A castração é uma das medidas mais eficazes nesses casos, pois auxilia na adoção responsável, tirando vários bichinhos da rua e dando-lhes um lar.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 17/05/2019
Atualização: 17/05/2019
Acessos: 422

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo