sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Aumentam as expectativas do banco de sangue em Santo Antônio
Aumentam as expectativas do banco de sangue em Santo Antônio

Desde o início do ano, o vereador Sérgio Airoldi vem empregando esforços para que o banco de sangue seja uma realidade em Santo Antônio da Patrulha. Na 1ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores, no dia 01 de fevereiro, a sua primeira Indicação nº 004/21, foi solicitar a Secretaria Municipal da Saúde em parceria com o Hospital Santo Antônio – mantenedora Santa Casa, que fosse viabilizado um posto de coleta de sangue, evitando assim, o deslocamento de doadores à outras cidades e agilizando a prestação deste serviço no município.

O mês de junho é dedicado para a conscientização sobre a importância da doação de sangue. No dia 14 de junho comemorou-se o Dia Mundial do Doador de Sangue, a data instituída em 2004, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para homenagear e agradecer a todas as pessoas que, voluntariamente, se dispõem a doar sangue e salvar vidas. 

E agora, graças a cooperação da Administração do Hospital Santo Antônio-mantenedora Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre e da Secretaria Municipal da Saúde isso está mais perto de acontecer com perspectiva das instalações da unidade. O banco de sangue da instituição, localizado em Porto Alegre, recebeu moradores do município de Santo Antônio da Patrulha, no dia 19 de junho, para doações. Este gesto ocorreu para dar o “start” depois da ampla divulgação entre hospital e secretaria da Saúde nas redes sociais. As coletas no hospital estão previstas para iniciar ainda no terceiro trimestre deste ano, conforme a Coordenadora Técnica da Santa Casa, Rubia Wingert.  

Quem precisa de sangue depende da generosidade da população. Isso porque não existe nenhum medicamento que substitua a doação nem existe uma forma de fabricar sangue. É fundamental que a sociedade se conscientize sobre a necessidade de ajudar, desta forma de gota a gota a gente alimenta a vida.

Para o vereador, doar sangue é um ato de amor ao próximo. Ao fazer esse gesto, o doador pode dar esperança de vida e de saúde a quem mais precisa: pai, mãe, irmão, amigo ou mesmo uma pessoa que você nunca viu. Não importa quem será o beneficiado, mas sim, que essa pessoa terá novas oportunidades, novas chances de recomeçar a vida. Por isso, melhor do que fazer a doação uma vez, é tornar esse gesto um compromisso, tornando-se um doador frequente, por exemplo.

“Tendo em vista que em várias ocasiões os bancos de sangue e/ou hemocentros encontram seus estoques de sangue reduzidos, o que pode prejudicar o atendimento a quem possa precisar, ao incentivar a doação de sangue pretende-se elevar o estoque de sangue disponível para transfusão”, concluiu Canário.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 24/06/2021
Atualização: 24/06/2021
Acessos: 152

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo