sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Pacientes denunciam falta de profissionais no Posto Central
Pacientes denunciam falta de profissionais no Posto Central

A falta de médicos, enfermeiros, coordenadores e diretores no Posto de Saúde Central é um problema que vem resultando reclamações frequentes por parte da população. Os vereadores Marcelo Gaúcho e Valtair Andrade, após receberem denúncias sobre o déficit de profissionais, estiveram visitando nesta quarta-feira, dia 26, e verificando a real situação. Percorreram alguns setores e constataram que realmente há um número reduzido de profissionais. Há mais de 20 dias, entre as 17h e 18h, os profissionais são dispensados, o que só vem agravando a situação.  

“As pessoas têm reclamado que a demora no atendimento tem aumentado, com filas enormes e com dificuldade de marcação de retornos por conta da falta de médicos. Esperamos muito tempo e a agenda não melhora. A Saúde deveria ser mais valorizada. A população cresce, e o número de médicos cada vez menor, isso está errado”, lembra Marcelo.

A escassez de profissionais é muito maior do que admite o Poder Público e atualmente há somente três médicos atendendo no Posto Central.

Uma moradora da localidade do Alto Ribeirão, neste mesmo dia, retornou sem atendimento por falta de médico. Outras vezes perdem muito tempo nas filas e não conseguem o agendamento.

Para o vereador Marcelo a falta de profissionais é uma questão gritante. “A população está sem acesso ao serviço de saúde a que têm direito. Muitas pessoas ligam e fazem reclamações diariamente”.

A solução praticada hoje por alguns profissionais tem sido o reencaminhamento de pacientes. Dependendo do caso, essa atitude atrapalha o atendimento, porque existem aqueles que têm vínculos com determinado médico, e isso é quebrado. Outra situação que preocupa os vereadores é a procura em massa da urgência e emergência no Hospital Municipal, que alguns casos a solução é chegar bem cedo e aguardar atendimento.  

“O objetivo é cobrar providências imediatas para que a população de Santo Antônio tenha um atendimento de qualidade no Sistema Único de Saúde (SUS)”, salienta Valtair.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 28/02/2020
Atualização: 28/02/2020
Acessos: 124

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo