sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Presidente da Câmara sugere programa de saúde bucal “Sorriso na Escola”
Presidente da Câmara sugere programa de saúde bucal “Sorriso na Escola”

 

O cuidado com a saúde bucal é imprescindível para reduzir o risco de doenças cardíacas, perda de memória, infecções e inflamações, entre outras doenças. Além disso, garante a autoestima da criança e transforma o ato de escovar os dentes em uma prática prazerosa. Pensando nisso, o Presidente do Legislativo Patrulhense, Vereador André Selistre, apresentou uma Indicação ao Prefeito, no sentido de sugerir a adoção do Programa “Secretaria da Saúde – Sorriso na Escola”. O documento nº 27/2017 foi protocolado na Secretaria da Câmara de Vereadores no último dia 05 de maio e foi trazido a público na 14ª sessão ordinária da casa.

A Indicação recomenda que o Poder Executivo implante em todas as Escolas do Município (Municipais, Estaduais e de Educação Infantil) um programa de saúde bucal estabelecendo frequência, como por exemplo, nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 9h às 16h, sendo dividido por Distritos do Município. A visita periódica da Unidade Móvel Odontológica se utilizaria de escovódromos que são estruturas móveis, onde os alunos aprendem na prática como fazer a escovação dental. O projeto que poderia ser intitulado de “Secretaria de Saúde – Sorriso na Escola”, além de promover a saúde, visaria à ampliação da formação de hábitos saudáveis, estimulando a responsabilidade das crianças/alunos.

A iniciativa busca garantir a prevenção e o tratamento adequado para os alunos, onde profissionais de odontologia realizariam visitas periódicas nas Escolas do Município, oferecendo o exame bucal, também chamado de triagem, para avaliar as condições de saúde e a necessidade de tratamento dentário, em algumas situações.

Destaca-se que os exames seriam realizados seguindo as recomendações da Secretaria Municipal da Saúde de Santo Antônio da Patrulha, classificando os indivíduos com relação ao risco de cárie e doenças gengivais (grupo de riscos). Esta classificação facilitaria a identificação de necessidades mais urgentes e auxiliaria o planejamento de ações no serviço odontológico. Com base no resultado do diagnóstico, o dentista também orientaria os alunos sobre a importância da escovação correta dos dentes, a alimentação e outros detalhes fundamentais para manter a saúde bucal.

O Presidente acredita que, com o lançamento deste projeto, a Prefeitura mostraria o seu compromisso com o serviço de Saúde Bucal, que, além de garantir a qualidade de vida da população, também serviria para reduzir a demanda de atendimentos nas unidades básicas de saúde. “O trabalho de prevenção é fundamental para evitar doenças e garantir o bem-estar da criança”, completa André.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 09/05/2017
Atualização: 09/05/2017
Acessos: 136

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo