sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Vereador Charlis sugere Projeto de lei de atenção a portadores de Fibromialgia
Vereador Charlis sugere Projeto de lei de atenção a portadores de Fibromialgia

A Fibromialgia é uma síndrome que causa muita dor e sofrimento. O portador desta enfermidade pode apresentar diversas alterações no corpo como fadiga, distúrbios do sono, rigidez matinal, parestesias de extremidades, sensação subjetiva de edema e distúrbios cognitivos. O diagnóstico para reconhecimento da doença é feito pelo exame chamado Termografia, não coberto pelo sistema SUS. Salvo este exame, a Fibromialgia é diagnosticada por eliminação e também exames clínicos, como exame de sangue. É uma doença pertencente a classe das Reumatológicas e tipicamente feminina, muito mais presente em mulheres. Em santo Antônio da Patrulha dezenas de pacientes já possuem diagnóstico da doença e um grande número sofre com este problema e ainda não possuem diagnóstico de confirmação, o que motiva o grande debate sobre este tema.   Grupos de apoio a portadores da doença já existem no município e atuam com auxilio psicológico e espiritual como forma de auxilio ao tratament

Pensando nesses pacientes, o vereador Charlis Santos apresentou uma sugestão que pode favorecer essas pessoas no que tange ao atendimento deles em alguns locais. Ele foi apresentado na 15ª Sessão ordinária da Câmara de Vereadores, dia 13 de maio.

Na Indicação nº 30/2019, o vereador solicita que o Executivo Municipal, juntamente com a SEMSA, estude e elabore um Projeto de Lei que inclua o atendimento preferencial das pessoas com fibromialgia em locais como órgãos públicos, empresas públicas, empresas concessionárias de serviços públicos e empresas privadas localizadas em Santo Antônio da Patrulha, incluindo-os nas filas de atendimento preferencial.

No anteprojeto de lei que acompanha o documento, também é sugerido que estas pessoas estejam identificadas com cartão expedido gratuitamente pelo município.

Charlis salienta que o município já vem trabalhando com ações sobre a Regulamentação e o mapeamento de pacientes com esse diagnóstico e que este projeto é fruto do pleito de várias pessoas que sofrem frequentemente com os sintomas desta síndrome e que, em tempos de crise aguda, qualquer atividade, por mais simples que seja, se torna um grande transtorno.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 16/05/2019
Atualização: 16/05/2019
Acessos: 149

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo