sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Vereador Valtair faz indicação para melhorias no transporte de pacientes
Vereador Valtair faz indicação para melhorias no transporte de pacientes

 

Na 13ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, ocorrida em 07 de maio, o vereador Valtair Andrade, Pelado, protocolou Indicação para que a Secretaria de Saúde do Município faça melhorias na forma de transporte de pacientes do interior que precisam de tratamento em hospitais da capital do Estado.

O documento 41/2018 sugere que a Prefeitura volte a buscar pacientes com câncer em suas residências para que eles possam ser transportados até suas consultas em Porto Alegre. Pelado salienta que após a mudança no transporte de pacientes da Secretaria de Saúde municipal para a capital, através da empresa de ônibus Unesul, muitos dos doentes que moram no interior do município ficaram sem ter como chegar até a sede para embarcar no ônibus, que parte do centro da cidade. Além disso, muitos pacientes estão debilitados demais para pegarem mais de uma condução para conseguir fazer seu tratamento.

Portanto, o vereador pede que seja dada uma atenção especial aos pacientes que tenham problemas mais graves de saúde, considerando a importância da vida humana e a responsabilidade do município em cuidar da sua comunidade.

Na mesma linha, o vereador Marcelo Gaúcho, fez um apelo à Secretaria de Saúde, em sua página na sua rede social, onde conversa pessoalmente com pacientes que passam pela mesma situação pleiteada por Pelado.

Em São José da Data, um senhor que tem câncer no esôfago, e está muito debilitado, pesando apenas 31 kg, vive com a família de 8 pessoas e não tem condições de se locomover até a parada de ônibus mais próxima (na Miraguaia), que fica há mais de 20 km de distância de sua casa, para embarcar no Unesul e ir até Porto Alegre. Antes da mudança no transporte, um carro da SEMSA o buscava em casa para leva-lo até as consultas, porém agora, sem condições de andar de ônibus, ele precisa pagar um vizinho para transportá-lo diariamente até a capital. Um gasto que está sendo coberto, até o momento, por um bingo que foi realizado em benefício do paciente para arrecadar fundos para seu tratamento.

Outra situação parecida acontece na localidade de Macegão, onde uma criança que tem deficiência intelectual precisa ir 3 vezes por mês para tratamento em Porto Alegre e precisa sair de casa ás 3h da manhã para pegar o ônibus ás 4he30min na parada mais próxima que fica na Miraguaia, mas não tem condução para ir até lá e acaba perdendo as consultas marcadas.

As duas situações relatadas pelo vereador Marcelo Gaúcho foram solucionadas pela Secretaria de Saúde, após a intervenção do edil, porém muitos casos ainda precisam de atenção especial do executivo e devem ser estudados para que também possam ter uma boa solução.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 18/05/2018
Atualização: 18/05/2018
Acessos: 107

Compartilhar

whatsapp facebook twitter
Pular para o conteúdo