sessoes ordinarias

SESSÕES ORDINÁRIAS:

segundas-feiras, às 16 horas.
Canário, André e Samuka defendem a retomada dos rodeios e outros eventos tradicionalistas
Canário, André e Samuka defendem a retomada dos rodeios e outros eventos tradicionalistas

Depois de ter sido suspenso em razão da pandemia, o Rodeio Crioulo em Santo Antônio da Patrulha com os seus parceiros e organizadores estão mostrando que a região já se organiza para o retorno. As atividades tradicionalistas na região já dão os primeiros passos.

Ainda nesta semana, o presidente da Casa Legislativa André Selistre, recebeu, em seu gabinete, o presidente do Sindicato Rural Diego Borges e conversaram também sobre o retorno das atividades.    

O vereador proponente Sergio Airoldi (Canário), André Selistre e Samuel Souza têm defendido a retomada gradual dos eventos no município, e estão acompanhando a movimentação dos tradicionalistas no Estado do RS.

Na segunda-feira, dia 07, os vereadores encaminharam a Indicação nº 042/2022, ao Poder Executivo, solicitando o retorno das atividades campeiras, rodeios e tiros de laço seguindo as normas de flexibilização determinadas pelo governo RS.    

“Temos uma vasta cadeia de trabalhadores que só se mantém através deste tipo de evento. Além de todo o turismo, entidades e comércios que movimentam a economia e geram emprego e renda nas regiões. Estes setores estão sofrendo sérias consequências em virtude das paralisações das atividades devido a pandemia”, considera Canário.

Com a possibilidade de retomada dos demais eventos no Estado RS, os parlamentares explicam que, com os devidos protocolos, as competições e atividades tradicionalistas também têm condições de se adaptarem e voltarem ao trabalho.

Os vereadores salientam que é necessário encontrar alternativas para que as medidas sanitárias não agravem outros tipos de problemas sociais. Lembram das dificuldades enfrentadas pelos artistas, pelos comerciantes e outros, mas não podendo esquecer que o setor tradicionalista também vive dos eventos. “Com uma retomada consciente, podemos dar apoio para este segmento que muitas vezes é esquecido”.

As competições devem apresentar um plano de contingência para prevenção e controle da pandemia. “É possível retomar a realização das provas campeiras, desde que todos os protocolos de prevenção à saúde sejam rigorosamente cumpridos”, destaca André.

As provas campeiras vão muito além da cultura e tradição, elas envolvem um setor econômico que está parado há bastante tempo, precisa retomar as atividades. Todos são conscientes que é preciso avançar, porém tomando o máximo de precauções desde o gestor municipal até o laçador, assumindo a sua devida responsabilidade.

Obviamente que isso não irá ocorrer de uma única vez, dependendo também da cooperação de todos, da imunização e do andamento da pandemia na cidade e no Estado.

Detalhes

Escrito por: Claudio Franken - Assessoria de Imprensa
Categoria: Notícias
Postado: 09/03/2022
Atualização: 09/03/2022
Acessos: 23

Compartilhar

whatsapp facebook twitter