A implantação de rede coletora de esgoto em Santo Antônio da Patrulha, iniciadas em junho do ano passado, continuam dando o que falar. Nesta segunda-feira, 9, o vereador João Luís Moreira da Silva “Bacana”, e a vereadora Eronita Andrade, ambos do Solidariedade, encaminharam requerimento ao Prefeito Municipal, e ao gerente local da Corsan (Companhia Rio-grandense de Saneamento), solicitando o reparo de um buraco aberto, em decorrência das obras, na Rua Francisco Borges de Lima.

De acordo com Bacana, o impacto causado pela passagem de caminhões e ônibus pelo local, acabou causando rachaduras na residência, de número 346. “É um descaso o que está acontecendo ali. Esta família, que não tem mais sossego desde que começou o processo de implantação da rede, está pagando pela incompetência da empresa contratada, da Corsan e da própria Administração que deixa as coisas acontecerem sem a devida fiscalização”, apontou o vereador.

Além dos danos provocados na estrutura da casa, o “valo”, como classificou Bacana, tem provocado acidentes constantes, principalmente envolvendo motociclistas. O vereador disse ter buscado informações e cobrado providências, recebendo do engenheiro da Prefeitura a garantia que não serão autorizadas obras em nenhuma outra rua até a manutenção adequada das já abertas. O vereador ainda recebeu a confirmação de vistoria e entrada com pedido de indenização pelas rachaduras na residência afetada.

Para Bacana e Erô é imprescindível que o atual Prefeito seja mais enfático no momento de cobrar os reparos por parte da empreiteira. “É preciso ter mais pulso e exigir que as obras sejam feitas da forma adequada. A população não aguenta mais a situação das ruas. Sei que o vereador não tem poder da caneta, mas como porta-voz dos cidadãos é meu dever fazer este desabafo e exigir melhorias”, enfatizou.

A obra integra a ampliação do sistema de esgotamento sanitário da cidade. No valor de R$ 36,3 milhões, o empreendimento inclui a execução de redes coletoras e auxiliares, ramais prediais, ligações intradomiciliares, estação de bombeamento, emissário e Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

 

Na foto: Vereador joão Luís Bacana

Leia aqui o resumo da Ordem do Dia e do Expediente da 14ª Reunião Ordinária da Câmara, realizada no dia 02 de maio.

Acompanhe tambem o áudio da Sessão clicando no ícone Câmara em áudio - No Ar

Leia aqui o resumo da Ordem do Dia e do Expediente da 13ª Reunião Ordinária da Câmara, realizada no dia 25 de abril.

Acompanhe tambem o áudio da Sessão clicando no ícone Câmara em áudio - No Ar

A responsabilidade sobre a RS-030, no perímetro urbano de Santo Antônio da Patrulha foi questionada pelo vereador Adelino Stecanela (PMDB), durante a 14ª reunião ordinária, realizada na última segunda-feira, 2, no plenário Euzébio Barth.

Isso porque, de acordo com o novo líder da Bancada do PMDB na Câmara de Vereadores, na época em que foram definidas as paradas do transporte intermunicipal, prevaleceu a determinação do atual Prefeito. No entanto, para melhorias na rodovia, como repintura e limpeza dos gelos baianos, a Administração Municipal afirma não ter autonomia para tal ato.

“A minha dúvida é simples. Para certas coisas manda o Prefeito, que tem a caneta, mesmo se tratando de uma Rodovia Estadual, e quando se trata da manutenção e melhorias em relação a rótula, a faixa de segurança, aos gelos baiano, aí a Administração joga para cima deste Departamento do Estado”, questionou Adelino, sem em um momento citar o nome do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (DAER).

Porém, o ofício de sua autoria, reivindicando a repintura e limpeza dos gelos baianos, no trecho compreendido entre a Avenida Coronel Victor Villa Verde até o final Avenida Francisco José Lopes, perímetro urbano de Santo Antônio da Patrulha; além da repintura das faixas de segurança existentes, acabou sendo enviado, por questão de competência legal, ao Diretor Geral do DAER,  Ricardo Moreira Nuñez.

Ele espera assim, que o Departamento juntamente com a Administração, que segundo ele, demonstraram um estreitamento para outras questões, também firmem parceria ou então promovam uma força tarefa, a fim de solucionar os problemas da população que utiliza diariamente a RS 030.

LÍDER DE BANCADA

Sobre a sua nova atribuição como líder da bancada do PMDB, Adelino Stecanela, enfatizou mais uma vez que retornou ao quadro da Sigla para somar e ajudar na construção de um município que atenda melhor as necessidades dos patrulhenses. Ele agradeceu a confiança e se comprometeu a atuar com uma oposição democrática, imparcial, em que o interesse maior é o da população. A função era exercida há mais de três anos pelo vereador André Randazzo dos Reis, atual presidente do Legislativo, que em acordo com a colega Marciana Machado (que está grávida), concordou que o nome de Adelino Stecanela, por sua experiência e conhecimento, estaria mais apto para desempenhar o papel de líder de bancada do PMDB, durante este ano.

O pedido de adesão de Santo Antônio da Patrulha junto ao Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária – SUASA foi encaminhado na noite de segunda-feira, 25, durante a 10ª reunião ordinária, pelos vereadores João Luís “Bacana” (SD), Eronita Andrade (SD) e André Randazzo dos Reis (PMDB), ao Prefeito Municipal e Secretário interino da Agricultura, Paulo Bier.

 A intenção dos vereadores com a medida é de facilitar a comercialização dos produtos de origem animal e vegetal, e dos insumos, de Santo Antônio da Patrulha em todos os Estados e Municípios, com a municipalização do serviço. Atualmente os empresários do ramo são ligados ao CISPOA - A Coordenadoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal-Cispoa, o órgão da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Rio Grande do Sul responsável pela inspeção de produtos de origem animal que são comercializados dentro do Estado.

De acordo com o vereador João Luís, com a adesão, os estabelecimentos de abate de bovinos, bubalinos, ovinos, suínos, javalis, aves, pescado e coelhos, poderão distribuir e negociar com mercados de todo o país. Além disso, o cadastramento no sistema promoverá maior agilidade na fiscalização e inspeção, uma vez que o processo será feito pelo Município, através de profissionais contratados pela Prefeitura.  Ele revelou que Rolante e Glorinha já aderiram ao Sistema.

O presidente da Casa, André Randazzo dos Reis (PMDB), enfatizou as vantagens de se aderir ao SUAS, destacando que está é uma reivindicação dos empresários. “O que queremos é desburocratizar, facilitar a comercialização dos nossos produtos para outras partes do Brasil. Atualmente, os empresários estão limitados ao mercado regional. Desta forma, eles poderão ampliar suas vendas e assim contratar novos funcionários e gerar riqueza para Santo Antônio”, analisou.

Nos próximos dias os vereadores agendarão uma reunião com o Prefeito, para apresentar as vantagens da adesão de Santo Antônio da Patrulha, sendo convidados os empresários do ramo frigorífico. O requerimento de nº 131/2016 foi aprovado por unanimidade e aprovado por todos os vereadores.

O que é o SUASA

Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária é o novo sistema de inspeção, organizado de forma unificada, descentralizada e integrada entre a União (através do Mapa), que coordena o sistema, como Instância Central e Superior, os estados e Distrito Federal, como Instância Intermediária e os municípios, como Instância Local, através de adesão voluntária. Após a adesão dos entes federados ao SUASA todo o trabalho de seus serviços de inspeção será regido pela própria legislação do Estado ou do município que definirá os critérios e procedimentos de inspeção e de aprovação de plantas de instalações e o registro dos estabelecimentos, desde que não fira os princípios legais do SUASA.