Através de uma articulação do vereador João Luis Moreira (Bacana), acompanhado de moradores das localidades de Ribeirão, Canto dos Guilhermes e Evaristo, estiveram reunidos com o prefeito Rodrigo Massulo, em seu gabinete, reivindicando melhorias para suas comunidades, na quarta-feira (23).

Na pauta das três reuniões, um compromisso assumido pelo vereador Bacana, foi buscar definições de algumas situações que há anos tiveram início e não foram concluídas até hoje.  A visita foi uma solicitação dos moradores junto ao vereador para que o mesmo pudesse interceder de alguma forma para auxiliá-los na solução dos principais problemas. Na ocasião, estavam presentes o vice-prefeito Marcelo Gaúcho, secretário da Agricultura e Meio Ambiente Cássius Peixoto, secretário de Obras, Trânsito e Segurança Jorge Eloy de Oliveira, e o vereador do MDB Ricardo Pires.

No encontro, os moradores discutiram diversos assuntos e pediram a ajuda do prefeito para a realização de algumas melhorias. Entre os principais assuntos apontados pelos moradores da região de Ribeirão foram reivindicados o alargamento da estrada, abertura de valetas, ensaibramento, envaletamento e revisão da iluminação pública.

Em outra reunião, os moradores da localidade de Canto dos Guilhermes solicitaram o início da construção da rede d’agua onde beneficiará mais de 50 famílias. Bacana informou o encaminhamento da sua emenda impositiva de 2019, o valor de 30 mil para a obra.  

Já na localidade de Evaristo, os moradores reivindicaram a conclusão do calçamento da Rua Maria Rosa Freiberger de Souza. Na ocasião, os vereadores Ricardo Pires e João Luis Moreira (Bacana) confirmaram o envio no valor total de 100 mil, das suas emendas impositivas, para dar continuidade nesta obra.   

Por fim, o vereador Bacana solicitou empenho da equipe do executivo, para que as coisas aconteçam da melhor forma possível. “Sou cobrado diariamente, pelos moradores, e esta reunião é extremamente necessária, pois, é a partir de diálogos e entendimentos, que decisões são tomadas”. 

Bacana03 Bacana02

Por unanimidade, os vereadores de Santo Antônio aprovaram, na segunda-feira (21), o Projeto de Lei nº 102/2022 que institui o Dia Municipal do Rotariano a ser comemorada, anualmente, no dia 23 de fevereiro, e o Dia Municipal do Rotaractiano, no dia 13 de março. 

O projeto foi subscrito pelos vereadores Gabriel Diedrich (MDB) e Sergio Airoldi (Progressista). O proponente Gabriel justificou a iniciativa destacando as ações institucionais e projetos sociais das entidades. Os benefícios da prática de responsabilidade social, a conscientização do cidadão sobre seus direitos e deveres, assim como a promoção de eventos de utilidade pública, foram, igualmente, mencionadas pelo vereador Sergio Airoldi.

Na exposição de motivos da propositura, o vereador explicou que a iniciativa visa, também, homenagear os integrantes do Rotary e Rotaract pelos relevantes serviços prestados à comunidade de Santo Antônio da Patrulha.

Para os vereadores essa é uma maneira de prestar reconhecimento público às ações desenvolvidas pelas entidades sendo, também, uma forma de divulgar e multiplicar esse trabalho.

Em Chicago, nos Estados Unidos, no ano de 1905, o primeiro Rotary Club surgiu com o propósito de transformar relacionamentos comerciais em amizades, a partir da reunião de um advogada, Paul Harris e mais três homens de negócios, Gustav Loehr - engenheiro de minas - Silvester Schiele - alfaiate, Hiran Shorey-comerciante de carvão, em 23 de fevereiro. A partir da fundação do clube, esse grupo de homens, viu que a cidade precisaria de banheiros públicos, surgiu o primeiro projeto de Rotary no mundo.

O Rotary Internacional é uma instituição mundial composta por voluntários, unidos para servir ao próximo e promover a paz por meio da consolidação de boas relações entre líderes profissionais, empresariais e comunitários unidos em ação numa rede global dedicada à construção de mudanças duradouras com contribuições de pessoas de todas as origens, independentemente da idade, raça, cor, habilidade, religião, status socioeconômico, cultura, sexo ou identidade de gênero.

Passados 117 anos, somam-se mais de 35.700 Rotary Clubs, composto por mais de 1,2 milhões de associados. No Brasil, são quase 2.400 Clubes divididos em 38 distritos com mais de 58.900 membros entre rotaractianos, interactianos e voluntários. Os principais objetivos são: promover a paz, combater doenças, preservar o meio ambiente, fornecer água limpa e saneamento, cuidar da saúde de mães e filhos, apoiar a educação e favorecer o desenvolvimento econômico.

Em Santo Antônio da Patrulha, o Rotary Club foi fundado em 1958, e ao longo dos 63 anos desenvolve seu trabalho junto à sociedade, percebendo seus problemas e realizando importantes iniciativas para sua solução, como a fundação da Escola Técnica Barão do Cahy e da Biblioteca Pública.  A manutenção e ampliação do Banco de Empréstimos de Equipamentos como cadeiras de rodas e banho, andadores, muletas, bengalas, camas hospitalares e botas ortopédicas. Também a preservação da cultura gaúcha através do Marca Farroupilha, incentivo da qualidade de vida em famílias através do passeio ciclístico e doação de enxovais para bebês. Durante a pandemia foram adquiridas macas para a Unidade Sentinela, lençóis e fronhas para os leitos de UTI e produção de máscaras que foram trocadas por alimentos e materiais de higiene entregues à população mais vulnerável. Atualmente estão mobilizados na execução dos projetos na área da Educação e da não violência, Guria Pode Sim, Gurias Empoderadas, a Escola de Trânsito para a Educação Infantil, mas também em prol da segurança pública, o Bomba Amiga.

Os Rotaracts Clubs são instituições sem fins lucrativos e fazem parte do Rotary Internacional. São compostos por jovens a partir de 18 anos e tem como objetivo promover ações e projetos em benefício à comunidade a qual está inserido. Além disso, atua com a ideia de formar líderes através do trabalho voluntário e desenvolvimento pessoal/profissional. O primeiro clube de Rotaract foi fundado em 1968, nos Estados Unidos.

Em Santo Antônio da Patrulha, o clube teve sua abertura no ano de 2012 e tem sua história marcada por muitos projetos de reconhecimento na comunidade patrulhense.

Os projetos das Minibibliotecas Comunitárias, Noite Encantada, Doutoracts, Mente Sã, LimPraia e Brechó da Pólio são exemplos do que o clube vem realizando ao longo de seus 10 anos, focados em diversas áreas sociais.

 Atualmente o clube conta com 15 associados e 2 conselheiros, mantém vínculo ativo com o clube padrinho, o Rotary Club de Santo Antônio da Patrulha, e busca estar a cada dia mais conectado com as demandas da nossa cidade.

O vereador Antônio Vieira Dias (MDB) recebeu, no final da tarde da última segunda-feira, dia 21, a visita dos laçadores patrulhenses que participaram do 19º Rodeio Crioulo Nacional de Campeões, realizado de 24 a 27 de fevereiro, no CTG Pedro Raymundo no Parque das Nações, na cidade de Criciúma em Santa Catarina. O evento deste ano recebeu mais 1,5 mil visitantes de diversos Estados, e um dos destaques foram os laçadores Vanderli Ribeiro de Souza, Junior Ribeiro de Souza, Mariana Ramos e Manuela Sinhoreli, representando o município de Santo Antônio da Patrulha.

Na oportunidade o vereador parabenizou os laçadores, inclusive em destaque na 7ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores, onde encaminhou seu Requerimento nº 169/2022 com os votos de congratulações aos patrulhenses.

Conforme destacou o vereador Vieira, a cidade de Santo Antônio da Patrulha é conhecida e respeitada pela importância e representatividade nestes eventos. É motivo de muito orgulho para todos os patrulhenses de ter laçadores respeitados e poder mostrar a forte cultura tradicionalista do município.

Imprescindíveis para a sociedade contemporânea, o telefone e a internet são utilizados para os mais diversos fins, do entretenimento até o profissional. Cada vez mais pessoas utilizam e, consequentemente, mais áreas são abrangidas por seus respectivos sinais. Pensando nas demandas de Santo Antônio da Patrulha, o vereador Samuel Souza (PTB) solicitou, na última sessão ordinária, conforme Requerimento nº 188/2022, melhorias no atendimento a clientes e de internet.   

O objetivo, de acordo com o vereador, foi apresentar ao diretor executivo da Vero Internet Fabiano Ferreira e a empresa a situação atual na cidade, mas também o descontentamento dos usuários.

Em seu Requerimento, aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores, o vereador lista alguns problemas e dificuldades que os munícipes estão enfrentando, mas ressalta a necessidade em se manter atualizado, sobretudo em um setor tão importante. Lembra que é importante dar continuidade ao processo de desenvolvimento que a cidade de Santo Antônio tanto necessita, uma vez que tudo está integrado globalmente e, para que isto aconteça, é necessário que os serviços prestados sejam de qualidade.

O vereador Samuka salientou que o serviço de internet é essencial para o desenvolvimento das atividades estudantis, profissionais, informativas e até mesmo de entretenimento. “Proponho neste Requerimento, para que haja melhora na qualidade deste serviço de internet”, finaliza.

Com uma pauta voltada ao fortalecimento do combate à violência contra a mulher, a Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha aprovou, por unanimidade, na segunda-feira, dia 21 de março, a criação da “Semana Escolar de Prevenção e Combate à Violência Contra a Mulher” nas escolas da rede municipal de ensino.

O vereador proponente do Projeto de Lei nº 438/2021, Diego Portal, declarou: "Fico muito feliz de ter meu projeto de lei aprovado exatamente na defesa das mulheres, na construção de uma sociedade mais justa e igualitária".

Conforme Diego o objetivo da semana é promover atividades para difundir conhecimento sobre a Lei Maria da Penha e os mecanismos de assistência e de denúncias existentes contra violência doméstica, integrar a comunidade no combate à violência contra a mulher, capacitar educadores, impulsionar a reflexão crítica entre estudantes, profissionais da educação e comunidade escolar sobre a prevenção e o combate à violência contra a mulher; entre outros.

A nova lei também inclui, no currículo da educação básica, conteúdos relativos aos direitos humanos e à prevenção de todas as formas de violência contra a criança, o adolescente e a mulher. Os temas deverão ser tratados de forma transversal, observadas as diretrizes da legislação correspondente e a produção e distribuição de material didático adequado a cada nível de ensino.

Após aprovada a redação final, na 7ª Reunião Ordinária da Câmara de Vereadores, o projeto agora vai ao Prefeito Municipal, que poderá aprovar ou rejeitar.

“Crime contra a mulher é um crime covarde, que tem que ser banido”, defendeu Diego.