Na 43ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores, ocorrida no dia 27 de novembro, os vereadores do PP, PTB e PSB protocolaram uma Indicação ao Prefeito, sugerindo a implantação de relógio ponto para os Cargos em Comissão (CC’s) que atuam na Prefeitura.


A Indicação Nº. 093/2017 tem o sentido de sugerir que o Poder Executivo providencie a implantação de um relógio ponto para o registro de assiduidade para os servidores ocupantes de Cargo em Comissão (CC’s) lotados na Prefeitura de Santo Antônio da Patrulha, visando à utilização do sistema digital para controle da frequência dos servidores, pois com o aparelho, os horários das entradas e saídas dos funcionários serão registrados em um sistema, fazendo com que os funcionários cumpram efetivamente a carga horária da jornada de trabalho.


Imperioso ressaltar que esse ponto eletrônico viria para acrescentar e melhorar os serviços, e ainda valorizar os bons funcionários, sendo mais um instrumento de controle e de avaliação para o próprio Município.


Os vereadores Rodrigo Massulo, Dirceu Machado, Valtair Andrade, Marcelo Gaúcho, Samuel Souza, Jorge Elóy e André Selistre salientam ainda que todos os servidores da Câmara de Vereadores registram seu horário de trabalho em relógio ponto, portanto os servidores da prefeitura também deveriam cumprir o mesmo regime.


Caberá à Prefeitura aceitar ou não a sugestão dos vereadores.

 

Na 42ª sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, realizada no dia 20 de novembro, o vereador Marcelo Gaúcho protocolou pedido verbal sugerindo um novo local para as ambulâncias da SAMU na cidade.


O pedido solicita ao Prefeito, informações acerca da situação da SAMU, principalmente quanto ao local (peça) a ser disponibilizado junto ao Hospital Santo Antônio, exigência do Governo do Estado. Na mesma linha, sugere-se a possibilidade de levar a SAMU para o mesmo local onde é situado o Corpo de Bombeiros, tendo em vista a constatação em recente visita realizada no espaço, gerando grande aceitação dessa possibilidade por parte da corporação.


Marcelo afirma que essa mudança seria mais interessante, por estar próximo de outro serviço que também presta atendimento de socorro na cidade. Entende-se que o serviço prestado pela SAMU é mais burocrático na agilidade, pois depende de uma central única que fica localizada em Porto Alegre e que os Bombeiros têm um atendimento mais imediato pelo chamado local, mas em muitos casos um ajudaria o outro em vários tipos de ocorrências.


Além disso, o vereador acredita que o que a prefeitura terá que investir na sala do hospital para se adequar as exigências e comportar a SAMU poderiam ser investidos no Corpo de Bombeiros. “Ademais, o posto ficaria na RS 030, fugindo de sinaleiras e deixando o atendimento mais rápido”, completa Gaúcho.

Leia aqui o resumo da Ordem do Dia e do Expediente da 42ª Reunião Ordinária da Câmara, realizada no dia 20 de novembro de 2017.

Acompanhe também o áudio da Sessão clicando no ícone Câmara em áudio - No Ar

 

Na última sexta feira, 24, os vereadores Marcelo Gaúcho e Rodrigo Massulo fizeram visitas surpresa em dois Postos de Saúde (ESF – Estratégia de Saúde da Família) de Santo Antônio da Patrulha. Os locais visitados foram o da Várzea e da Vila Palmeira, além da EMEI Algodão Doce, também na Vila Palmeira.


Após averiguarem a situação e os serviços dos dois “Postinhos”, os vereadores protocolaram Pedidos de Informações para que a prefeitura informe sobre algumas situações encontradas na ESF da Vila Palmeira.


O Pedido 645/2017, solicita que seja remetida a Casa Legislativa, no prazo legal de 30 dias, informações sobre qual a situação do processo para reforma do consultório odontológico daquele Posto tendo em vista que a Secretaria Municipal de Governo, Planejamento e Gestão esteve averiguando a situação no começo do ano e ainda não enviou nenhum retorno a comunidade local. Na mesma linha, solicita-se que seja informado sobre quais motivos que levaram o referido posto a ficar sem vacinador, bem como qual o prazo previsto para a regularização deste serviço.


Massulo afirma que, segundo funcionários do local, a sala de odontologia está com sérias infiltrações e, por esse motivo, o serviço não está sendo prestado.


Outra reclamação de trabalhadores dos postos é a falta de funcionários que efetuem a limpeza dos locais. Em função disso, outro pedido de informações foi protocolado pelos vereadores, para que a prefeitura informe o porquê da demora no processo licitatório de contratação de empresa especializada para realizar a limpeza nos Postos de Saúde do município, já que o processo iniciou há meses.

Leia aqui o resumo da Ordem do Dia e do Expediente da 41ª Reunião Ordinária da Câmara, realizada no dia 13 de novembro de 2017.

Acompanhe também o áudio da Sessão clicando no ícone Câmara em áudio - No Ar