O vereador Jair Belloli vem fazendo visitas periódicas a diversas localidades do interior do município para recolher demandas dos moradores e encaminhá-las ao Ececutivo Municipal.


No último sábado, 07, ele esteve em reunião com a comunidade de Morro do Púlpito, na casa de um morador, onde compareceram cerca de 30 pessoas. Durante o encontro Jair ouviu pedidos dos moradores nas questões das estradas da localidade, principalmente a recuperação de alguns trechos específicos. Além disso, esclareceu dúvidas a respeito do transporte de pacientes para Porto Alegre através da empresa Unesul. A comunidade acredita que esta iniciativa será positiva para quem necessita do transporte de saúde.


No domindo, 08, Belloli visitou a comunidade de Ribeirão, participando da Festa da Igreja da comunidade e, à tarde, conversou com moradores da localidade de Palmeira do Sertão que solicitaram sua presença em uma reunião para ajudar a solucionar um problema sobre abastecimento de água na região.


O vereador protocolou pedido de providências, na última reunião ordinária, 09 de abril, para que sejam incluídas no cronograma de atividades da Secretaria Municipal das Obras, Trânsito e Segurança melhorias com a limpeza de valos (envaletamento), ensaibramento e patrolamento da Estrada da localidade de Morro do Púlpito, vindo atender reivindicações dos moradores locais.

 

O vereador Marcelo Gaúcho, preocupado com a segurança dos alunos de Santo Antônio da Patrulha, protocolou dois Requerimentos a respeito dos Planos de Prevenção Contra Incêndios – PPCIs, nas escolas municipais e estaduais localizadas na cidade.


O pedido de informações nº 117/2018, de 26 de março, solicita ao Executivo Municipal que informe se estão sendo observadas as medidas previstas no PPCI nas Escolas Municipais da cidade. Já o documento nº 119/2018, da mesma data, pede que seja enviada um pedido ao Senhor Ronald Krummenauer, Secretário de Estado da Educação, para que informe ao Legislativo Patrulhense se estão sendo observadas as medidas previstas no PPCI, nas Escolas Estaduais do Município de Santo Antônio da Patrulha.


Marcelo lembrou a tragédia ocorrida há mais de cinco anos em Santa Maria, na Boate Kiss, onde 242 jovens perderam a vida em um incêndio. Segundo o vereador, o país vem sofrendo constantes incidentes trágicos, que poderiam ter sido evitados, caso os locais tivessem adequados. "Não podemos medir o valor das vidas humanas, de crianças, adolescentes, profissionais de educação e suas famílias. É indispensável que as escolas possuam seus PPCI´s em dia ou os coloquem em execução", afirmou.

 

Na noite do dia 04, quarta-feira, a Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha promoveu uma Sessão Solene que homenageou seis mulheres que se destacaram no ano de 2018. A cerimônia, que concedeu insígnia às Mulheres Patrulhenses Destaque, com fulcro na Lei nº 6.720/2013, ocorreu no Plenário Euzébio Barth, e integrou a programação da semana de aniversário de instalação do Legislativo Patrulhense.


As senhoras homenageadas foram Clea Juçara Airoldi, indicada pela bancada do PTB, Magda Isabel Bartikoski, indicada pela bancada do PSB, Malgarita Marques da Cunha, indicada pela bancada do PP, Mara Leni dos Santos Sá, indicada pela bancada do SD, Maria Mamedes dos Reis Tedesco, indicada pela bancada do PMDB e Sônia Dalmar Braga Ramos, indicada pela bancada do PT, presente na Câmara no mês de fevereiro deste ano. Todas receberam placas pela honraria conquistada.


A ex-vereadora e agraciada, Malgarita Marques da Cunha, discursou em nome das homenageadas exaltando a importância da mulher na sociedade, suas lutas e vitórias que as levaram a alcançar grandes posições no mundo atualmente.


O evento foi aberto pelo Presidente da Casa, Jorge Eloy de Oliveira e contou com a presença dos vereadores locais e do Prefeito, Daiçon Maciel, além de grande público composto por amigos e familiares das homenageadas.

Através da Resolução de Mesa nº 004/2018 de 29 de março de 2018, os horários da reuniões a contar do dia 09 de abril de 2018 terão início às 17h30min no Plenário Euzébio Barth.

 

Em 2018 se comemoraram os 207 anos de instalação do município através da Câmara de Vereadores. Foi no dia 03 de abril de 1811 que a população da época elegeu seus primeiros vereadores. A Câmara de Vereadores do Município, que à época, obedecia ao contexto que formava a estrutura básica do Império: a união de todas as estruturas era legislativa, executiva, judiciária e também tinha o poder de Polícia.


O Rio Grande do Sul foi dividido em quatro municípios com poderes constituídos aptos a administrar o seu próprio território. E Santo Antônio da Patrulha tinha vasta extensão territorial que ia até Vacaria, Altos de Cima da Serra e todo o Litoral Norte.


O presidente da Câmara tinha o Poder de, após ouvir os demais edis, administrar o orçamento do município e, consequentemente, exercer funções executivas.


A primeira Câmara de Vereadores se localizava em outro endereço na Avenida Borges de Medeiros, mais precisamente na frente do Clube Recreativo Patrulhense. Mais tarde, como a Câmara teve localização itinerante, passou por outros pontos da Borges, terminando por se situar na cidade baixa por alguns anos até que foi construída a sua sede própria na mesma avenida onde nasceu em 1811.


A divisão dos Poderes só aconteceu com o fim do Império e a proclamação da República em 1889, quando surgiu a figura do Intendente para administrar o município o que predominou até o governo de Getúlio Vargas, mudando a denominação para prefeito municipal.


Atualmente a Câmara é formada por treze vereadores e possui uma mesa diretora onde três vereadores ocupam as posições de Presidente, Vice-Presidente e Secretário.


Jorge Eloy de Oliveira, o atual Presidente do Legislativo Patrulhense, parabeniza o município e principalmente os moradores de Santo Antônio da Patrulha por transformarem essa terra em um lugar rico e próspero para viver.