Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Santo Antônio da Patrulha, ocorrida na segunda-feira, 13, o vereador Samuel Souza (Samuka), protocolou Pedido de Informações acerca do horário de entrega dos exames no Hospital da cidade.


O documento 610/2017, pede para que seja remetida à Casa Legislativa, no prazo legal de 30 dias, informações sobre quais os motivos que levaram o Laboratório do Hospital Santo Antônio a realizar a entrega de exames laboratoriais apenas no horário dás 10h ás 12h. Tais informações servirão de subsídios para melhor informar à comunidade patrulhense.


Na mesma linha, Samuka fez um pedido verbal durante a reunião, de uma área coberta para que os pacientes que aguardam os resultados de exames possam fazê-lo em um espaço protegido de chuvas e intempéries.

 

A convite do empresário João Batista dos Reis, proprietário da Valbaru Empreendimentos, os vereadores da Câmara de Santo Antônio da Patrulha estiveram reunidos no Hotel Ecovilly para tratar sobre o retorno do investimento “Cidade do Futuro”, Loteamento Santa Teresinha 4. O encontro ocorreu na manhã desta sexta-feira, 10, e contou com a presença dos vereadores André Selistre, Rodrigo Massulo, Marcelo Gaúcho, Manoel Adam, Charlis Santos, Jorge Elóy de Oliveira, Dirceu Machado, João Luis Bacana e Valtair Andrade.


O empresário deu início ao diálogo mostrando documentos que comprovam a dificuldade que encontra na prefeitura para dar andamento aos seus projetos. Batista falou de como é problemático empreender quando o poder público não colabora com os serviços que devem prestar ao contribuinte. “A morosidade e a burocracia do poder executivo, em especial da Secretaria Municipal da Gestão e do Planejamento, fez com que eu desistisse de viabilizar este projeto (Santa Teresinha 4), que só traria ganhos para a comunidade e para a prefeitura também”, comentou o proprietário da empresa Valbaru.


Além destes problemas, Batista também citou a falta de atualização dos cadastros imobiliários e da cobrança indevida de impostos para com sua empresa, a dificuldade de conseguir uma certidão negativa com o setor competente (tendo toda a sua documentação em dia) e a ingerência de certos servidores para com seus projetos.


A partir do apoio que os vereadores demonstraram com a atual situação do empresário, Batista decidiu continuar a investir no município e levar adiante o Loteamento “Cidade do Futuro”, visto que, da sua parte, a documentação está pronta, apenas aguardando os serviços da prefeitura para seguir adiante (o que já leva meses de espera).


Todos os vereadores presentes afirmaram que farão o possível para que o empreendimento saia do papel e possa se tornar realidade, para o bem da comunidade, que ganhará mais um bairro planejado para habitar, e para o município como um todo, pois aumentará a arrecadação da prefeitura.


Os edis concordaram com os pontos levantados por Batista, sabendo que muitos dos serviços prestados pelo poder executivo dependem da boa vontade e do bom senso dos servidores que trabalham naquele setor público. Eles garantiram que o Legislativo não medirá esforços para apoiar tudo que for contribuir para o crescimento da cidade, a exemplo das iniciativas da Valbaru Empreendimentos, que há tantos anos vem trazendo desenvolvimento para Santo Antônio da Patrulha.

 

Em sua primeira sessão como vereador de Santo Antônio, Alex Amaral protocolou vários documentos no Legislativo. A reunião da última segunda, 06 de novembro, demonstrou que o edil trabalhará fortemente pelo município durante os 30 dias em que ocupará uma das 13 cadeiras do legislativo.


Alex fez cinco pedidos voltados para melhorias em algumas vias do interior da cidade, como patrolamento e ensaibramento nas estradas de Barrocadas, Tapumes, Lombas, Morro Grande, Rincão do Capim, Esquina dos Morros e Chicolomã. Na mesma linha o vereador fez uma Indicação para sugerir o levantamento (elevação) do leito da estrada de Chicolomã, passando pela ponte da localidade, com a colocação de material, bem como de canos e bueiros para que haja vasão da água no curso das cheias, como medida preventiva no caso de enchentes. “Todas estas medidas visam atender reivindicações dos moradores das regiões e adjacências”, salienta Amaral.


Quatro requerimentos também foram protocolados pelo vereador na 40ª Sessão Ordinária. O primeiro deles solicita policiamento ostensivo, bem como a intensificação de rondas nas localidades situadas no 6º Distrito do município, devido ao alto índice de abigeato na região e o aumento das ocorrências de roubos em propriedades rurais, o que vem aterrorizando os moradores da localidade. Outro pedido requer ao Diretor Geral do DAER, Rogério Brasil Uberti, que seja procedida à estadualização do trecho da ERS – 474 a ERS – 040, estrada que passa pela localidade de Morro Grande e Barrocadas, objetivando incentivar a produção de arroz e pecuária da região.


Além destes, o vereador também solicitou que seja providenciada a instalação de uma antena de recepção de sinal de telefone móvel da Vivo no 6º Distrito, tendo em vista o difícil acesso de sinal de telefone para os moradores do local e a correção nas faturas mensais da CEEE dos clientes de Lombas, pois as mesmas estão saindo como cidade de Viamão, o que acaba prejudicando os residentes.

Leia aqui o resumo da Ordem do Dia e do Expediente da 40ª Reunião Ordinária da Câmara, realizada no dia 06 de novembro de 2017.

Acompanhe também o áudio da Sessão clicando no ícone Câmara em áudio - No Ar

 

O Secretário da Agricultura do Estado, Ernani Polo, vem a Santo Antônio da Patrulha na próxima terça-feira, dia 14, a pedido dos vereadores Valtair Pelado, Rodrigo Massulo e Dirceu Machado, falar sobre Guia de Trânsito Animal (GTA). O encontro será no CTG Patrulha do Rio Grande, às 19h.

 

Polo assinou recentemente uma Instrução Normativa que retira a exigência de emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA) para equinos que participarem de eventos “não cadastrados” nos municípios de origem, como cavalgadas, passeios e treinos de laço. Até então, os donos dos animais, mesmo nestes trajetos, eram obrigados a emitir a GTA. “Viremos ao município para tirar todas as dúvidas da comunidade”, disse Ernani. Estas medidas não excluem a obrigatoriedade de apresentação dos exames sanitários obrigatórios. “Esse assunto já vinha sendo discutido com a equipe técnica da Secretaria, do Ministério da Agricultura e entidades tradicionalistas. Conseguimos agora um caminho para simplificar e agilizar este procedimento, ao mesmo tempo não prescindindo do controle sanitário”, destaca o secretário.


O secretário vai informar durante sua visita que a equipe do governo está desenvolvendo um aplicativo para facilitar a vida de quem possui cavalos. “Tudo será explicado no CTG Patrulha no próximo dia 14”, finaliza o titular da Agricultura.